unnamed_68
Ser chef de cozinha agora é moda entre empresários que querem não apenas uma fatia do mercado como também fazer da profissão um momento de prazer em casa. A escola Le Grande Chef chega com o popósito de conquistar o Vale com uma nova proposta de aprendizado. 

Segundo eles, São José dos Campos é a cidade escolhida para receber nova franquia e espera faturar 2 milhões em 2018. 

"Como uma das cidades mais desenvolvidas do estado, São José dos Campos se tornou um dos focos da expansão da franquia Le Grand Chef. A cidade é o centro de uma região conhecida pela força e o potencial que tem em negócios de gastronomia, por isso, a formação de profissionais capacitados é uma demanda constante no Vale do Paraíba”, afirma Felipe Faria, presidente da Franquia.

Com a projeção de crescimento do mercado nos próximos anos, a franquia conta com quatro diferentes tipos de modelo de negócio – express, padrão, duplex e triplex. O mais simples deles - o express - conta com uma cozinha de baixo custo ideal para receber os cursos – sai por R$ 169 mil, com prazo de retorno de 18 a 24 meses. “É uma excelente oportunidade de negócio para quem tem a intenção de trabalhar na área de gastronomia, mas não gostaria de ter um restaurante” enfatiza Faria.

Para quem cozinha em casa  -  O formato de negócio da Le Grand Chef, apesar de ter como foco a capacitação do profissional para o mercado de trabalho, aborda todas as áreas da gastronomia. Na área de formação profissional, a escola oferece cursos extensos, de 6 a 18 meses, em que o aluno sai formado como Chef de Cozinha ou chef patissier –confeitaria.

Há também cursos gourmets menos extensos, que variam de 1 a 12 aulas em que o aluno, por hobby, aprende variadas técnicas e assuntos específicos. “Em questão de público, a escola é abrangente, afinal, ela traz opções tanto para aqueles que querem seguir profissão na área da gastronomia, quanto para os que tem vontade de aprender técnicas de culinária para praticar a paixão pela cozinha. O franqueado pode oferecer cursos dos mais variados temas como Low Carb, Hambúrgueres, Risotos, até Ovos de Páscoa, conforme à necessidade local de cada região”, explica o chef Kleber Lemechewsky, um dos sócios da escola.

A franquia oferece todo o Know-how de uma equipe de chefs conceituados e material didático especial que segue as tendências do mercado. “O franqueado não precisa ser Chef para possuir uma escola de gastronomia. Nós oferecemos todo o treinamento necessário para o franqueado e sua equipe, que vai desde a parte de contratação, compras, vendas, marketing, até como se ministra uma aula” afirma o chef Marlon Spinelli, sócio da franquia.