O Taubaté Vôlei construiu a vantagem de poder decidir em casa e nesta terça-feira, às 19h, tentará fechar um dos playoffs semifinais da Superliga, vencendo novamente o Cruzeiro no ginásio do Abaeté. O Sesi-São Paulo já alcançou as finais.

Como o Cruzeiro teve a melhor campanha da fase de classificação, chegou nas semifinais com a vantagem nos mandos de campo. Em um playoff de até cinco partidas, teve a primeira e a terceira em Minas Gerais, também local de uma quinta, se necessária. Em Taubaté ficou o segundo jogo e também o quarto, desta terça-feira.

Vitorioso nos dois primeiros, o Taubaté passou a depender de uma terceira vitória para ganhar a vaga nas finais. Tentou na sexta-feira, em Minas, mas o Cruzeiro não permitiu a façanha. No entanto, os taubateanos ainda têm a chance de uma grande festa diante da torcida.

Para o técnico taubateano Daniel Castellani, o momento é de tranquilidade e retomada do estilo de jogo agressivo das duas primeiras partidas. “As duas equipes se conhecem muito bem, e sabem de seus pontos fortes e fracos. O que nosso time precisa é ter a tranquilidade de impor nosso melhor jogo defensivo e manter a agressividade, de forma que nós estejamos no controle da partida.”

Para o ponteiro Dante, a experiência não só dele, mas de outros atletas do elenco taubateano, será uma arma importante. “Esse jogo tem tudo para ser mais um confronto bem complicado, decidido em detalhes. Numa decisão assim, ter um time experiente e acostumado a jogos sob pressão é importante e nós temos um time com atletas assim. Cabe a nós ter a concentração sempre em alta e fazer nosso jogo funcionar.”

Semifinais

Sobre as semifinais, o departamento de Comunicação da Superliga divulgou o seguinte texto:

As emoções da quarta partida da semifinal da Superliga Cimed masculina de vôlei 2017/2018 chegam ao ginásio do Abaeté, em Taubaté, nesta terça-feira (17.04), a partir das 19h. O time da casa, EMS Taubaté Funvic, receberá o Sada Cruzeiro com a vantagem de 2 jogos a 1 e a chance de encerrar a série melhor de cinco, assegurando a vaga na grande decisão. A partida será transmitida ao vivo pelo SporTV.

No primeiro jogo, em Contagem (MG), o EMS Taubaté Funvic venceu por 3 a 1. No segundo confronto, no Vale do Paraíba, os donos da casa fizeram 3 sets a 0 e, na terceira partida, novamente em casa, o time cruzeirense devolveu os 3 a 0. Agora, neste quarto encontro, os dois times esperam por um equilíbrio maior.

Maior pontuador da Superliga Cimed, com 441 pontos marcados até agora, o oposto Wallace sabe que seu time enfrentará dificuldades, mas confia no seu time e especialmente na força da sua torcida.

“Esse é um jogo que vai nos dar mais uma chance de tentar ganhar deles aqui. Sabíamos que não ia ser fácil fazer três jogos como fizemos no primeiro e no segundo. Jogamos muito bem, demos poucas chances deles reagirem e fazer um terceiro jogo assim, mantendo essa mesma regularidade, é difícil. Espero que, em casa, o time consiga jogar tão bem quanto nos primeiros, mas sabendo que vai ser difícil. Acima de tudo, vamos tentar buscar essa classificação para a final aqui em casa”, afirmou Wallace.

No duelo dos opostos campeões olímpicos no Rio-2016, Evandro, do Sada Cruzeiro, estará do outro lado da rede com praticamente a mesma consciência.

“Perdemos os dois primeiros jogos e entramos precisando ganhar no terceiro, quando conseguimos colocar em prática nosso jogo, com o saque entrando, o ataque muito positivo e o bloqueio funcionando. Sabemos que amanhã vai ser bem difícil. Eles estão na casa deles, diante da torcida deles e a pressão toda sobre o nosso time. Mas, do mesmo jeito que eles conseguiram uma vitória na nossa casa, nós podemos conseguir em Taubaté. Nosso pensamento é esse: fazer um bom jogo como no último. Não temos outra coisa para pensar, apenas na vitória”, concluiu Evandro.

O Sesi-SP já está classificado e é o primeiro finalista da Superliga Cimed masculina 17/18. O time da Vila Leopoldina passou pelo Sesc RJ por 3 jogos a 0 e aguarda para conhecer seu adversário na busca pelo título.

Os times

As duas equipes provavelmente terão os mesmos jogadores das duas partidas mais recentes. O único ausente é o ponteiro Lucarelli, que por causa de uma cirugia, atravessa a Superliga sem poder atuar pelo Taubaté.

O técnico Daniel Castellani deve manter o time com: Rapha, Solé, Ivovic, Dante, Otávio, Wallace e o líbero Thales. Começariam no banco: Renan, Lucas Madalóz, Rafael, Paulo Renan, Ruiz, Nícolas e o líbero Matheus.

O Cruzeiro, do técnico Marcelo Mendez, deve entrar novamente com: Uriarte, Evandro, Simon, Isac, Leal, Filipe e o líbero Serginho. Começariam no banco: Fernando Cachopa, Alemão e Rodriguinho, Eder Levi, Pablo, Robert e o líbero Lukinhas.

cz_280

Na foto (de Rafinha Oliveira/EMS Taubaté), taubateanos comemorando um ponto.