Wallace e Otávio, observados por Rapha, bloqueiam um ataque do Castro e ajudam a somar mais um ponto na vitória pela Superliga

Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté

O ano do voleibol masculino começou no sábado passado e o Taubaté em uma disputa com o Montes Claros. No sábado à noite, pela Superliga, o confronto foi indireto e os taubateanos tomaram a terceira posição que os mineiros defendiam. E nesta terça-feira, em Minas Gerais, os dois times e enfrentam em partida única pela Copa do Brasil.

O returno da Superliga foi aberto no sábado à noite. O líder Cruzeiro e o vice-líder Sesi venceram seus jogos, somaram mais três pontos e sustentaram posição, respectivamente com 35 e 29. O Taubaté, na quarta colocação, recebeu o paranaense Castro, fez 3 a 0 e passou de 23 pontos para 26. Depois, ficou esperando o resultado do Montes Claros.

O time mineiro, que começou o ano em terceiro e com 24 pontos, foi visitar o Canoas e perdeu por 3 a 2. Como venceu dois sets, conquistou um ponto e passou a totalizar 25. Consequentemente, perdeu o terceiro lugar para o Taubaté e também o quarto, para o Campinas, que foi a 25 pontos e com a vantagem de nove vitórias contra oito.

Na abertura do ano, o técnico Cezar Douglas manteve a escalação inicial do Taubaté com: Rapha, Wallace, Otávio, Éder, Lucas Lóh, Lucarelli e o líbero Mário Júnior. No terceiro set, Gelinski e Kaio também puderam participar do jogo. Isbel Mesa, Vinícius, Renan e o líbero Matheus permaneceram no banco de reservas.

Em Minas

Após vencer por três sets a zero o Caramuru Vôlei, pela primeira rodada do returno da Superliga, no último sábado (07 de janeiro), a Funvic Taubaté começa amanhã (10) a briga por mais um título: o da Copa do Brasil.

A competição reúne os sete primeiros colocados do primeiro turno da Superliga. Além da Funvic Taubaté, brigam pelo caneco o Montes Claros, Sada Cruzeiro (MG), Sesi-SP, Vôlei Brasil Kirin (SP), JF Vôlei (MG) e Lebes/Gedore/Canoas (RS).

A estreia dos Taubateanos está marcada para esta terça-feira (10), contra o Montes Claros Vôlei, às 20 horas, no ginásio Tancredo Neves.

“Esperamos e queremos muito vencer esse desafio. Por ser um jogo eliminatório temos que começar com o ritmo intenso e permanecer. Ser eficiente nas características da equipe, ataque, bom controle no passe e ser consistente no saque”, falou o técnico Cezar Douglas.

O comandante do time do Vale do Paraíba está confiante no desempenho da equipe. De acordo com ele, o time oscilou um pouco no começo da Superliga, mas o equilíbrio já foi estabelecido na última partida.

“Nossa equipe evoluiu. No último jogo contra o Caramuru mostrou mais equilíbrio. Agora precisamos jogar novamente para confirmar essa situação. O jogo contra o Montes Claros será um bom teste”, finalizou.

As semifinais e a final acontecerão em Campinas nos dias 19 e 21 de janeiro, respectivamente.

Já pela Superliga a Funvic Taubaté volta à quadra somente no dia 14 de janeiro, contra o Maringá, às 18 horas, fora de casa.