camarasjc_2

Vereadores terão 90 dias para realizar os trabalhos

Divulgação/CMSJC

A Câmara de São José definiu, nesta terça-feira (12), os nomes que irão compor as CEIs (Comissão Especial de Inquérito) abertas para investigar questões referentes à gestão de Carlinhos Almeida (PT).

As comissões foram protocoladas pelos vereadores da base governista no dia 2 de junho. Com a manobra, os garantiram pelo menos seis meses de “imunidade” ao prefeito Felício Ramuth (PSDB), à época em voltas com denúncias de licitações fraudulentas.

Tal “blindagem” foi garantida pelo regimento da casa, que permite a abertura da apenas três comissões por vez. O mesmo expediente já havia sido utilizado para proteger o ex-prefeito, Carlinhos Almeida (PT) de investigações durante seu mandato.

As CEIs vão apurar supostas irregularidades na reforma do Teatrão, no uso de recursos da saúde e na coleta de lixo. Todas elas ligadas ao período em que Carlinhos esteve à frente do Paço Municipal.

A CEI que apura as reformas do Teatrão será composta pelos vereadores Marcão da Academia (PTB), Fernando Petiti (PSDB), Robertinho da Padaria (PPS), Juliana Fraga (PT) e Cyborg (PV).

Já a CEI da coleta de lixo terá como participantes os vereadores Wagner Balieiro (PT), Marcão da Academia (PTB), Sérgio Camargo (PMDB), Lino Bispo (PR) e Walter Hayashi (PSC).

A CEI que investigará o uso de recursos da saúde terá como vereadores participantes Dulce Rita (PSDB), Amélia Naomi (PT), Maninho Cem por Cento (PTB), Dr. Elton (PMDB) e José Dimas (PSDB).

Agora as comissões têm 90 dias de prazo para realizar os trabalhos.

Tranquilo

Na época da abertura das CEIs, o ex-prefeito Carlinhos Almeida afirmou, por nota, que que não teme a abertura das comissões de inquérito para investigar ações do seu mandato.

"A iniciativa de protocolar três CEIs ao mesmo tempo, sem apresentar dados concretos, é claramente uma tentativa de desviar a atenção. Não tenho receio de qualquer apuração. Só lamento que ocorra como um despiste."