20140411_mamografia_divulgacaogovernosp_edsonlopes

São José dos Campos registrou 48 casos de câncer de mama em 2013

Edson Lopes/Governo de SãoPaulo

Levantamento realizado pela Secretaria Estadual de Saúde mostra que os casos de câncer de mama diminuíram 38% no primeiro trimestre deste ano no Hospital Regional de Taubaté, que atende a RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba).

De janeiro a março de 2014, foram registrados 67 diagnósticos, contra 173 casos em relação ao mesmo período de 2013. O HR é referência do Estado na região para encaminhamento dos tratamentos de câncer. Segundo o estudo, o diagnóstico foi feito em mulheres com idade entre 45 a 54 anos. 

Para a ginecologista Rosa Cruz, responsável pelo programa de Coordenação de Saúde da Mulher em Jacareí, é importante que as mulheres estejam atentas às anormalidades na mama para detectar precocemente o tumor. “Importante que as mulheres se apalpem sempre e possam detectar nódulos. Quando mais cedo for detectado o câncer, mais chances a mulher vai ter de tratar a doença”. 

Rosa ressalta que a mamografia é um exame falho, principalmente em mulheres mais jovens. “A mamografia não é eficiente em mamas jovens, pois possuem excesso glândulas mamárias e às vezes é difícil identificar o nódulo, sendo necessário o exame de ultrassom”, afirma.

A ginecologista alerta para outras eventuais alterações no corpo. “Se perceber algum tipo de secreção nos seios ou a pele diferenciada da mama é importante procurar o médico para avaliar o caso. Pode ser apenas algo comum, mas são fatores que indicam alguma anomalia.”

Região
Meon solicitou o número de casos às secretarias municipais de Saúde da região. A Secretaria de Saúde de São José dos Campos registrou 48 casos atendidos na rede SUS (Sistema Único de Saúde) em 2013. Os dados de 2014 não foram repassados, pois o controle é anual.

Em Guaratinguetá foram 12 casos registrados em 2013, contra três no primeiro trimestre deste ano. No Litoral Norte, Ilhabela está com dois casos de câncer de mama em tratamento e outros dois casos diagnosticados no ano passado. 

Lorena apresentou dois casos de câncer de mama, sendo um no primeiro trimestre de 2013 e outro neste ano. Jacareí, Taubaté e as demais cidades da região não divulgaram os dados à reportagem.

Saiba Mais
Fatores de risco 
1) Câncer de mama em parente de primeiro grau na família, e ocorrido antes dos 50 anos; 
2) Câncer no ovário em parente de primeiro grau, pois as celulares malignas do câncer de mama são parecidas com a do ovário;
3) Obesidade;
4) Consumo excessivo de álcool.

Fatores de prevenção
1) Nutrição balanceada;
2) Aleitamento materno (amamentação);
3) Atividade física.