A Polícia Militar de Caraguatatuba prendeu nesta sexta-feira (16), um dos bandidos mais procurados do Rio de Janeiro,  o ex-policial militar Fábio Barreiros Pacheco, conhecido como Fábio Galinha. Ele foi condenado por ter matado o fuzileiro naval Diogo Oliveira Maia em 2010, em Itaguaí, no Rio de Janeiro, e estava foragido.

Segundo informações da Polícia Militar, o nome do ex-policial constava no rol de procurados do Disque Denúncia e no Banco Nacional de Mandados de Prisão. Há indícios de que ele também integrava uma milícia no Rio de Janeiro, segundo a polícia.

Na página www.procurados.org.br, site mantido pelo Disque-Denúncia e Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, através da Subsecretaria de Inteligência e da Assessoria de Comunicação, era oferecida recompensa de R$ 1 mil para quem tivesse informações  sobre o paradeiro de Fábio Galinha.

A prisão foi feita durante um patrulhamento no bairro do Perequê-Mirim. Ele foi abordado e chegou a passar dados falsos para despistar os policiais que desconfiaram da atitude. No entanto, ele acabou confessando ser procurado pela Justiça.

Desde 2012, quando saiu nova sentença e pedido de prisão, ele estava sendo procurado pela polícia. A Polícia de Caraguatatuba já vinha investigando o caso porque tinha informações que o criminoso estaria morando na cidade. 

A ocorrencia foi apresentada na Delegacia de Caraguatatuba, onde ele permanece preso à disposição da Justiça.

fabio_galinha

Cartaz disponível no site procurados.org.br

Reprodução