gari_morto_a_tiros_em_sjc_grupo_ocorrencia_24horas

Suspeito de matar o gari Josenildo dos Santos Santana foi preso após se apresentar à polícia

Arquivo/Reprodução 

O homem acusado de assassinar a tiros o gari Josenildo dos Santos Santana, em São José dos Campos, foi preso na tarde desta segunda-feira (26) após se apresentar à polícia.  O suspeito foi levado para a cadeia de Caçapava. Ele nega o crime.

 De acordo com a polícia, em depoimento, o suspeito disse que não estava em São José no momento do crime e negou ter usado o carro do irmão naquele dia.  A investigação levantou testemunhas que o reconheceram nas imagens de uma câmera de segurança que registrou o assassinato. 

Para a polícia,  o crime foi passional e motivado por ciúmes. A investigação apurou que a vítima mantinha um relacionamento com a ex-companheira do suspeito, que está grávida.

Crime

Josenildo foi assassinado com cinco tiros na tarde do dia 6 de fevereiro quando fazia varrição da rua Alabastro, no Jardim São José, próximo ao Jardim Paulista, região central de São José. Uma câmera de segurança registrou o momento em que o gari foi assassinado com cinco tiros, por volta das 13h (veja o vídeo abaixo).

As imagens mostram um homem se aproximando de Josenildo e iniciando uma discussão. Logo depois, o assassino pega a arma e efetua um disparo. A vítima cai no chão, o criminoso se aproxima e dispara mais quatro vezes. Logo depois ele foge em um carro vermelho.

O carro utilizado pelo criminoso foi localizado por volta das 15h30 na garagem de uma casa no conjunto residencial Pinheirinho dos Palmares, na zona sudeste de São José. O dono do veículo é irmão do suspeito preso nesta segunda-feira.