whatsapp_image_2017_09_11_at_18_31_19

Mateus Souza (foto) participará da simulação

João Pedro Teles/Meon

A Polícia Civil deve marcar para a próxima semana uma reconstituição do atropelamento que matou, na madrugada do dia 7, quatro pessoas na estrada velha que liga São José dos Campos a Jacareí.

O estudante Mateus Souza, que dirigia a caminhonete e é investigado por homicídio doloso, será intimado para acompanhar a simulação.

O objetivo, de acordo com apuração do Meon, é levantar os detalhes do acidente e confrontar os fatos com a versão do suspeito.

Para isso, a simulação acontecerá no mesmo horário e nas mesmas condições de visibilidade da madrugada daquela quinta-feira.

À polícia, o suspeito afirmou não ter visto o grupo de pessoas que ajudava um motoqueiro acidentado na hora do atropelamento e que teria freado em cima da hora.

Imagens

A investigação se concentra agora em encontrar imagens e testemunhas de onde suspeito afirmou que estava antes do atropelamento.

A polícia quer saber se Mateus Souza dirigia sob efeito de álcool ou drogas e se ele realmente passou pelos lugares apontados em seu depoimento.

Detido

O estudante foi detido na tarde desta segunda-feira (11) após ser encontrado na casa de parentes em Heliópolis, zona sul de São Paulo.

Ele foi ouvido pelo delegado da DIG (Delegacia de Investigações Especiais), Darci Ribeiro, e liberado, horas depois, sem dar entrevista à imprensa. O estudante deve responder por homicídio doloso, quando há intenção de matar.