05_02_2014_prefeitura_pretende_trocar_servico_de_paquimetros_em_sjc_foto_warley_leite_meon_1

A primeira hora do sistema custa até R$ 1,20 em São José

Arquivo/Meon

O prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB), estuda a possibilidade de ampliar a Zona Azul. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, há 2.764 de vagas implantadas na cidade.

Segundo a pasta, há estudos para ampliar o sistema rotativo nos bairros Jardim Aquarius e Vila Rubi. A arrecadação no ano passado do sistema rotativo foi de R$ 836 mil. Em 2015, a arrecadação foi de R$ 702 mil.

Leia Também

O secretário de Mobilidade Urbana, Paulo Guimarães, explica que algumas áreas estão sendo analisadas pelas equipes da secretaria. "Temos demandas próximas a um centro de compras no Jardim Augusta e outro na região do Aquarius. Todas as solicitações são recebidas pelos canais de relacionamento da administração e fazemos um estudo técnico junto à concessionária responsável pelo serviço", diz.

Raio-x
Atualmente, a Sertell é a empresa responsável por operar a Zona Azul na cidade. Cerca de 14% do valor pago é repassado para o Fundo Municipal de Transportes, no qual é revertido para melhorias no trânsito e ações de educação. A hora do sistema rotativo pode custar até R$ 1,20. Já duas horas da Zona Azul podem chegar a R$ 2,40.