alexandre_e_maninho

Alexandre da Farmácia com Maninho Cem Por Cento (PTB), seu afiliado político

Reprodução

O ex-deputado estadual Alexandre da Farmácia (PTB) terá que ressarcir os cofres públicos em R$ 210.846,35, referentes à festas municipais ,que aconteceram no período em que o parlamentar era vereador de São José.

A decisão é do Superior Tribunal de Justiça e, de acordo com o documento, não cabe recurso. De acordo com o STJ, o ex-parlamentar é acusado de improbidade administrativa por ter utilizado festas municipais para sua promoção pessoal.

Além disso, o documento também acusa Alexandre da Farmácia de vender espaços públicos para barraqueiros para angariar mais recursos para a realização dos eventos.

A ex-assessora de Eventos Oficiais de São José, Maria Antônia Alvarez Perez também é citada no documento, que manteve a condenação da dupla.

A ação foi movida em 2005 e trata das festas “Parangaba Fest” e “Festa Juninês”, que aconteceram na zona leste de São José.

“Colhe-se que o vereador local 'Alexandre da farmácia' com aprovação da Prefeitura Municipal de São José dos Campos realizou os eventos denominados 'Festa Juninês' e 'Pararangaba Fest', com o intuito apenas de solidificar a sua imagem”, afirma o documento.

O ex-vereador ainda não foi encontrado pela reportagem para prestar esclarecimentos sobre a decisão do STJ.