leishmaniose_mosquito_plha

Mosquito-palha transmissor da leishmaniose 

Reprodução/ Wikimedia Commons 

Dois casos de leishmaniose em humanos foram confirmados pela Vigilância Epidemiológica em Taubaté em 2018. As vítimas são uma criança de sete anos e um homem de 46 anos. A doença é transmitida por mosquito, depois contato do inseto com animais contaminados.

De acordo com a vigilância, os dois pacientes, diagnosticados entre fevereiro e abril, receberam tratamento e estão recebendo acompanhamento médico. Esses são os primeiros casos da doença registrados na cidade desde 2016.

O órgão ainda informou que foi feito levantamento para buscar mosquitos ou cães infectados. Ainda não há registro de animais com a doença.