assedio_sexual

Por mais absurdo que possa parecer colocam a culpa e os motivos sobre as mulheres

Reprodução

“De onde se ganha o pão, não se come a carne.”

Este ditado popular tem sido infringido e muito nos últimos tempos!

Apesar de termos uma cultura machista, onde os elogios se confundem com cantadas, onde o homem não percebe o limite entre fazer um elogio e causar constrangimento, ainda fica a dúvida se está sendo cometido um abuso ou simplesmente se estamos perante um acesso de frescura feminina.

É exatamente assim que algumas pessoas encaram o assédio sexual e moral quando uma mulher faz uma queixa. A coisa só se torna alvo de discussão quando atinge uma pessoa famosa. Bem, para fazer uma análise, temos o ponto de que a cultura machista justifica de que em muitos anos sustentou a masculinidade e a potência da energia sexual.

Pois é, por mais absurdo que possa parecer colocam a culpa e os motivos sobre as mulheres, qual a roupa que estão usando, o lugar e horário em que as mulheres escolhem ir, e se ela tem um corpo bonito então..... está perdida! Pode ser assediada! E ainda são julgadas pelos homens e pelas próprias mulheres, que ainda falam mal uma das outras.

A cultura está mudada; ou pelo aos poucos mudando sobre uma postura que temos que tomar a respeito de conduta com relação ao assédio moral e sexual. Devemos ser respeitosos com relação as pessoas e as diferenças.

Qual é o limite??? Quando sabemos o limite???  Leitores, sabemos quando estamos sendo no mínimo desagradáveis, quanto mais inadequados. Se não!!! Pelo menos sigamos os ditos populares!