Por Conteúdo Estadão Em Opinião

Bolsa: Ibovespa segue NY e cai após sete altas seguidas

A Bovespa trabalhou colada às bolsas norte-americanas nesta quarta-feira, 26, e também acompanhou quando os índices lá viraram para o vermelho. Assim, interrompeu uma sequência em que já acumulava sete altas consecutivas e recuou. Petrobras, Vale e siderúrgicas terminaram no vermelho, mas bancos subiram com firmeza e contiveram as perdas.

O Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,45%, aos 47.965,61 pontos. Na mínima, registrou 47.963 pontos (-0,45%) e, na máxima, 48.725 pontos (+1,13%). No mês, acumula ganho de 1,85% e, no ano, baixa de 6,88%. O giro financeiro totalizou R$ 6,429 bilhões.

A inversão das bolsas em Wall Street aconteceu depois que o presidente dos EUA, Barack Obama, deu declarações sobre a Ucrânia. Em discurso em Bruxelas, ele declarou que a invasão da Ucrânia pela Rússia representa um desafio à visão de que as fronteiras da Europa não podem ser redesenhadas à força e pediu mais punições e preparativos militares em resposta. Segundo Obama, novas sanções estão por vir, mesmo que não haja novas incursões dos russos.

As bolsas em NY terminaram nas mínimas do dia. O Dow Jones encerrou em baixa de 0,60%, aos 16.268,99 pontos, o S&P recuou 0,70%, aos 1.852,56 pontos, e o Nasdaq teve perdas de 1,43%, aos 4.173,58 pontos.

Aqui, Petrobras também engatou realização de lucros após seis sessões consecutivas de ganhos. O papel ON recuou 1,92% e o PN teve baixa de 0,55%.

Vale ON caiu 1,14% e Vale PNA, 0,40%. Gerdau PN recuou 1,53%, Metalúrgica Gerdau PN, -1,67%, Usiminas PNA, -0,80%, e CSN ON, -2,71%.

Bancos, por outro lado, registraram alta firme, dando de ombros ao rebaixamento dos ratings de 13 instituições pela S&P, movimento que se seguiu ao downgrade da nota do País e considerado normal pelo mercado.

Os papéis reagiram aos dados de crédito do Banco Central e ao adiamento, pela terceira vez, do julgamento sobre um recurso que definirá o entendimento do Superior Tribunal de Justiça sobre o pagamento de diferença de correção monetária incidente sobre cadernetas de poupança em 1989, quando foi instituído o Plano Verão. Essa decisão definirá a partir de que data começa a valer a contagem dos juros de mora. A nova data ficou para 23 de abril.

Bradesco PN subiu 2,22%, Itaú Unibanco PN, +0,86%, BB ON, +1,30%, e Santander unit, +2,23%. Entre outros números, o Banco Central divulgou hoje que o estoque de operações de crédito do sistema financeiro subiu 0,6% em fevereiro ante janeiro e chegou a R$ 2,733 trilhões.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Opinião

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.