Blog e Colunas

Papel da Liderança: novo contexto valoriza profissionais com perfil mais generalista

Dicas para quem quer melhorar sua carreira em empresas, consultoria, conselheiros de administração.

Frank Kijo (Arquivo Pessoal)

Escrito por Frank Koji Migiyama

17 AGO 2021 - 18H28 (Atualizada em 17 AGO 2021 - 18H51)

Frank Koji Migiyama Liderança - Frank Koji Migiyama (Frank Koji Migiyama)

Logo no início de nossa educação e socialização, somos expostos e colocados em situação de competição, comparação, disputa e criação de relações, por exemplo.

E ao iniciarmos nossa carreira profissional ou empreendimento, nos deparamos sempre com planejado versus realizado. Em termos de carreira e atividades como empreendedor, por exemplo, é utopia esperar que você vá apenas desempenhar o que está no descritivo de cargos ou que acontecerá tudo o que foi planejado. Somos desafiados constantemente para fazer mais e sempre com eficiência. E quando empreendemos, a carga é maior ainda e os ajustes de rotas são constantes.

Compartilho experiências e técnicas lúdicas que acumulei ao longo de anos e que podem ajudar a direcionar sua energia, gerir sua ansiedade e expectativas tanto no lado pessoal quanto no profissional.

Em épocas de home office, modelo híbrido ou continuidade do presencial do que não se podia parar na conjuntura passada, a entrega de resultados nunca foi tão importante diante de recursos limitados e dificuldades sistêmicas.

Tivemos e estamos tendo uma carga emocional impactante diante de mudanças controladas ou não por nós. E isso gera ansiedade diante de exigências novas, como mais disponibilidade, estarmos conectados a toda hora e atuação cada vez mais multidisciplinar.

Contextualizarei uma situação em que exporei orientação para desenvolvimento individual para fazer mais coisas ao mesmo tempo e o papel do “senpai” (termo japonês que se refere ao mais experiente e que no papel de líder é crucial, para o desenvolvimento da equipe e da liderança também).

Mapa mental para fazer mais coisas ao mesmo tempo

Vejam o processo de dirigir um carro:

• Ninguém nasce sabendo como dirigir um carro;

• Você tem que analisar e tomar decisão sobre volante, aceleração, freio, conferir parte frontal e traseira olhando retrovisores;

• Antes de dirigir ou durante a direção, “sentir” se não temos pneu furado ou se o veículo está respondendo de forma correta.

Você iniciou este processo quando novato, seguindo muitas das vezes, um checklist mental sequencial e ao longo do tempo, esses processos estão sendo feitos de forma paralela. Até que vai fazendo tudo isso “sem pensar”.

Foi assim ao aprendermos a andar com nossos pais: “Primeiro, você comanda a perna esquerda e depois a direita. Até que consegue fazer duas coisas ao mesmo tempo. E aí, vai acrescentando mais coisas. E verá que você anda “sem pensar”.

E é exatamente o que acontece no nosso aprendizado escolar e profissional. Degrau a degrau acumulando conhecimento e experiência. Aprendemos, por exemplos, conceitos de finanças, processos e como é a cultura e processos das empresas, personalidades das pessoas e depois de um tempo, você investe menos energia por ter já treinado e desenvolvido esses conceitos e conhecimentos adquiridos no dia a dia e com estudo.

O que vai se tornar sua base tanto na vida profissional e pessoal, é o acúmulo constante das coisas.

Não importa o quão talentoso for. Você acumula e se desenvolve para fazer mais coisas ao mesmo tempo e acumular várias funções ao mesmo tempo com base nos exemplos lúdicos acima. E com disciplina e planejamento. O uso de ferramentas de anotações e agenda eletrônica são úteis para este desenvolvimento.

Às vezes, podemos ter ou não mentores durante nosso desenvolvimento pessoal e profissional. E o melhor ambiente para acostumar seu corpo e mente é a escola, universidade e estágio/trainee.

Qual é o papel do líder | “senpai” no desenvolvimento da multifuncionalidade da equipe

A vida real não é conivente para erros e isso faz parte da vida. E por isso, o papel do líder é essencial para um desenvolvimento acima da média de sua equipe.

Integrando ao que expus sobre acumular e desenvolver talentos e habilidades, o papel do líder é essencial para criar um ambiente propício para isso.

Como premissa, o líder deve ser minimamente a referência técnica. Dito isso, ele, durante o desenvolvimento e acompanhamento das atividades da equipe, deve checar e/ou seguir processos de acompanhamento e controle de qualidade da produção do time.

Quando se têm problemas, é a liderança que é procurada pelo time para aconselhamento, direcionamento e tomada de decisões complexas.

Mapa mental da liderança que desenvolve múltiplos talentos da equipe

• Time, pode contar comigo!

• Se tiverem alguma dúvida, me procurem.

• Direcionarei como devem proceder em caso de dúvidas ou problemas, caso sintam dificuldades. Mas depende de vocês, terem a pró-atividade de perguntarem, de estudarem o processo e de inclusive, proporem melhorias.

• Erros acontecerão!

• Mas eu estarei na retaguarda e não deixarei que erros que cometerem inicialmente ou no seu desenvolvimento, afetem a empresa! É minha responsabilidade assumir em certos momentos, atividades operacionais e táticas se sentirem dificuldades ou errarem.

• Pois, ser líder é atuar dessa maneira!

De forma lúdica, podemos transformar os pontos acima nas palavras que ouvimos de nossos pais: Relaxe e erre! Viva! Somos seus pais! Lhe apoiaremos em quaisquer circunstâncias!

Um passo de cada vez! E reflita sobre os conceitos expostos acima.

É com prazer que compartilho este conteúdo pois é o que enfrentamos no dia a dia, atuando em empresas que requerem uma transformação para um crescimento rápido e inovador assim como num cenário, onde temos dificuldades operacionais, financeiras e comerciais.

E toda essa reestruturação organizacional e empresarial | turnaround se baseia em pessoas.

Vamos em frente!

Escrito por
Frank Kijo (Arquivo Pessoal)
Frank Koji Migiyama

Master Business Administration pela FGV. Engenheiro formado pelo IME - Instituto Militar de Engenharia. Possui certificações em Master Black Belt em Lean Six Sigma, Kaizen Specialist Japan. Conselheiro de administração pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC).

Experiência de mais de 23 anos ocupando cargos de nível C (CEO/COO/CFO) nos setores industrial, varejo, aeronáutico, agronegócio, transporte, energia, terceiro setor e de consultoria. Professor convidado no programa LLM da CEU LAW - IESE SP.

Atuação em diversas empresas nacionais e multinacionais.

Atualmente é sócio fundador da empresa de consultoria empresarial FKConsulting.PRO, especializada em Turnaround, Reestruturação, Recuperação Judicial, Gestão Interina, Gestão Judicial, M&A, IPO e Inovação.

frank@fkconsulting.pro | www.fkconsulting.pro

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Blog e Colunas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.