Por Conteúdo Estadão Em Brasil & Mundo

Argentino Rigoni é apresentado no São Paulo e já se coloca à disposição de Crespo

O São Paulo pode ter novidade diante do Atlético-GO, sábado, pela segunda rodada do Brasileirão. Emiliano Rigoni foi apresentado nesta segunda-feira e já se colocou à disposição do técnico Hernán Crespo. O campeão paulista joga nesta terça pela Copa do Brasil, diante do 4 de Julho, mas o argentino não está inscrito. A vontade do meia-atacante, contudo, é de estar no campo o mais rápido possível. Ele não escondeu sua ansiedade ao ganhar a camisa 77 do novo clube.

"Eu não fiquei muito tempo parado, só dois, três dias de viagem para cá. Eu vinha jogando e treinando com muita intensidade, estou pronto para o corpo técnico e para o mister para poder jogar", afirmou o "fominha" atacante argentino após receber a camisa tricolor das mãos do presidente Júlio Cazares.

Rigoni estava no Elche, da Espanha, e vinha jogando. Chegou faz uma semana e treina duro no CT do São Paulo para ser aproveitado logo. Inscrito na CBF, ele apenas aguarda a liberação no BID para fazer a primeira partida no novo clube, que pode ser em Goiânia.

Jogador ofensivo de 28 anos, veio sob recomendação de Crespo e agradece o voto de confiança. "Para um jogador, é sempre importante chegar a um clube com a indicação de um técnico. Me dá confiança de poder trabalhar com gana e saber que tenho um lugar. Fiquei feliz e eles podem contar comigo para a temporada", enfatizou.

"Quando falaram que o São Paulo tinha o interesse, me chamou a atenção. Tenho a consciência de tudo aqui. Conheço Martín Benítez, já joguei com ele. E trabalhei com o corpo técnico. Não foi difícil tomar essa decisão. O São Paulo é muito grande, é uma honra", observou.

Rigoni jogou com Benítez no Independiente, entre 2017 e 2018. Alejandro Kohan, auxiliar de Crespo no São Paulo, era o preparador físico do clube argentino e ajudou a intermediar o negócio.

"O primeiro contato foi com o Ale Kohan. Ele perguntou sobre minha situação na Espanha. Depois o Hernán me ligou, dizendo que estava disposto a contar comigo. Para mim, ter um técnico como o Crespo é muito importante", revelou Rigoni, garantindo que as conversas facilitaram a opção pela vinda ao Brasil.

"Não foi tão difícil tomar a decisão. Simplesmente esperei todos os trâmites serem resolvidos para vir. Estou muito feliz, orgulhoso de poder estar em um clube tão grande como o São Paulo."

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.