Por Conteúdo Estadão Em Brasil & Mundo

Bianchi leva Ferrari à liderança nos testes da Fórmula 1

No segundo e último dia de testes coletivos da Fórmula 1, nesta quarta-feira, no circuito de Silverstone, o francês Jules Bianchi foi convocado para pilotar a Ferrari e fez o melhor tempo. Com a marca de 1min35s262, porém, ele ficou atrás do brasileiro Felipe Massa, que tinha sido o mais rápido na terça, quando cravou 1min35s242 com a Williams.

Dessa vez, Massa não foi para a pista de Silverstone, sendo substituído por seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, que fez apenas o sexto melhor tempo nesta quarta-feira (1min37s193).

Bianchi, por sua vez, foi escolhido pela Ferrari para substituir o finlandês Kimi Raikkonen, titular da equipe italiana que foi poupado nos testes coletivos após o acidente que sofreu no último domingo durante o GP da Inglaterra, também em Silverstone.

No dia anterior, Bianchi tinha ido para a pista com o carro da Marussia, equipe na qual é titular na atual temporada da Fórmula 1. E conseguiu fazer apenas o quinto melhor tempo da terça-feira, com 1min36s148. Como membro da academia de pilotos da Ferrari, ele foi acionado nesta quarta pela escuderia italiana e mostrou seu valor.

Depois de Bianchi, o segundo melhor tempo desta quarta-feira foi do russo Daniil Kvyat (Toro Rosso), seguindo pelo dinamarquês Kevin Magnussen (McLaren) e pelo holandês Giedo van der Garde (Sauber). Já o inglês Lewis Hamilton, que venceu o GP da Inglaterra no domingo com a McLaren, terminou o dia apenas em quinto lugar.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.