Por Conteúdo Estadão Em Brasil & Mundo

BNDES libera parcela de R$ 260 milhões para Itaquerão

O Corinthians finalmente recebeu nesta terça-feira a primeira parcela da linha de crédito do BNDES para a construção do Itaquerão. O valor liberado foi de R$ 260 milhões, o que representa 65% do total, e foi repassado pela Caixa Econômica Federal. Os R$ 134 milhões restantes deverão ser liberados no próximo mês.

O dinheiro não entrou na conta do clube. Foi destinado ao fundo imobiliário criado para gerir o estádio e vai ser repassado à Odebrecht - a construtora precisou fazer dois empréstimos, no valor de R$ 250 milhões, além de usar recursos próprios para tocar a obra, por causa do atraso na definição do empréstimo do BNDES.

O contrato com o BNDES foi assinado há quatro meses, mas a demora na liberação do dinheiro ocorreu porque era necessário o Corinthians apresentar o documento firmado com a Prefeitura de São Paulo pela Concessão de Direito Real de Uso (CDRU) da área onde está sendo erguido o estádio. A cessão teve de ser feita ao fundo imobiliário, que é o garantidor do empréstimo.

A expectativa é de que o Itaquerão seja entregue entre o final de abril e o começo de maio, com um atraso significativo depois do acidente que provocou a morte de dois operários em novembro. O estádio será palco da abertura da Copa do Mundo, em 12 de junho, e ainda receberá outros cinco jogos da competição.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.