Por Conteúdo Estadão Em Brasil & Mundo

Chelsea vence revanche, ultrapassa Leicester e fica perto da Liga dos Campeões

Em clima de revanche, o Chelsea derrotou o Leicester City por 2 a 1 nesta terça-feira, ultrapassou o rival na tabela do Campeonato Inglês e ficou mais perto da vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. Jorginho, brasileiro naturalizado italiano, marcou um dos gols do time londrino, que contou com a presença da torcida no Stamford Bridge.

O resultado esquentou a disputa pelas últimas duas vagas concedidas aos times ingleses na Liga dos Campeões. O Chelsea chegou aos 67 pontos, em terceiro lugar, desbancando o Leicester, com 66, para o quarto posto. Em quinto está o Liverpool, com 63 pontos e com dois jogos a disputar. Chelsea e Leicester só têm mais um cada e ambos ainda podem ser superados pelo quinto colocado.

O duelo em Londres teve sabor de revanche porque o Leicester derrotou o Chelsea por 1 a 0, no sábado, e se sagrou campeão da Copa da Inglaterra. Nesta terça, o confronto esquentou mesmo no segundo tempo, quando todos os gols foram marcados. Timo Werner chegou a balançar as redes na primeira etapa, pelo Chelsea, mas o lance foi anulado.

O placar foi aberto, de fato, no primeiro minuto do segundo tempo. Após cobrança de escanteio na área, o zagueiro Rüdiger surgiu por trás dos marcadores e, quase sem querer, desviou com a coxa esquerda.

Aos 20 minutos, Wesley Fofana derrubou Werner em cima da linha da área. E o árbitro confirmou o pênalti após consultar o VAR. Na cobrança, Jorginho bateu tranquilo no canto esquerdo de Schmeichel: 2 a 0.

Quando o confronto parecia decidido, a defesa do Chelsea falhou feio na saída de bola. E Iheanacho não perdoou, aos 30. O gol do Leicester incendiou o jogo, que contou até com troca de empurrões envolvendo até jogadores reservas e membros da comissão técnica das duas equipes próximo ao banco dos dois times.

O Leicester pressionou nos minutos finais e desperdiçou duas boas oportunidades para empatar. O Chelsea se fechou e garantiu a importante vitória, que o deixa muito perto da Liga dos Campeões sem depender do título, que tentará buscar no dia 29, na final contra o Manchester City.

CITY LEVA VIRADA - Em seu segundo jogo após sacramentar o título inglês, o City sofreu uma dura derrota nesta terça. Após abrir 2 a 0 sobre o Brighton, que chegou a correr risco de rebaixamento nesta temporada, cedeu o empate e levou a virada, por 3 a 2, fora de casa.

O time comandado por Pep Guardiola jogou quase toda a partida com um a menos, porque João Cancelo foi expulso logo aos 10 minutos de jogo. Gündogan e Foden marcaram os gols dos visitantes, mas no segundo tempo os anfitriões reagiram de forma fulminante. Trossard descontou e Webster e Daniel Burn decretaram a virada num intervalo de apenas quatro minutos.

O inesperado revés não muda em nada a situação do City no Inglês. Já campeão e classificado à Liga dos Campeões, o time de Guardiola tem a se preocupar a lesão sofrida por Gündogan, que deixou o gramado mais cedo nesta terça. O alemão tem cerca de dez dias para se recuperar para a final da Liga dos Campeões, no dia 29, contra o Chelsea.

O Manchester United também tropeçou nesta terça. No Old Trafford, ficou no 1 a 1 com o já rebaixado Fulham. O United já tem vaga garantida na competição europeia e não poderá perder o segundo lugar nestas rodadas finais. E, em jogo apenas para cumprir tabela, o Leeds superou o Southampton por 2 a 0, fora de casa.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.