Por Conteúdo Estadão Em Brasil & Mundo

Deyverson se despede do Alavés e Palmeiras estuda reintegrá-lo ao elenco

Depois de o Palmeiras confirmar na semana passada o retorno de Dudu, que deve poder voltar a atuar somente em agosto, outro está de volta ao clube é o atacante Deyverson. Embora seu empréstimo fosse válido até o fim de junho, ele já se despediu do Alavés, da Espanha, nesta sexta-feira, vai se reapresentar na Academia de Futebol e depois terá de definir seu futuro.

"Chegou o dia de me despedir. Foram muitos momentos vividos e tenho certeza que guardarei com carinho as lembranças. Cada dia foi intenso, de muito trabalho, união e dedicação. Concluímos nosso objetivo que era a permanência na liga principal e estou muito feliz por estar saindo com a sensação de dever comprido", resumiu o atacante, sobre sua breve passagem pela Espanha.

A diretoria se apressa para inscrever Deyverson antes do fechamento da janela de transferências internacionais, domingo, dia 23. Isso não quer dizer, porém, que o atacante será reintegrado ao elenco comandado por Abel Ferreira.

O clube vai ouvir novas propostas pelo atacante e é possível que ele seja negociado novamente, mas, se isso não acontecer, com o jogador regularizado, o técnico português, que já manifestou reiteradas vezes seu descontentamento com a falta de reforços - apenas o volante Danilo Barbosa foi contratado em 2021 - pode ganhar uma opção para o ataque.

Se conseguir regularizá-lo a tempo, o Palmeiras poderá usar Deyverson já a partir da próxima semana, na disputa do Brasileirão e da Copa do Brasil. Na Libertadores, ele entraria a partir das oitavas de final.

Deyverson teve uma passagem discreta pelo futebol espanhol desta vez. Fez apenas um gol e deu dois passes em 29 partidas. Na maior parte do empréstimo, o jogador foi reserva e utilizado somente no segundo tempo. No ano passado, ele já havia sido emprestado ao Getafe, que, assim como o Alavés, não exerceu a opção de compra. O atacante foi comprado pelo Palmeiras sem 2017 com aporte da Cresifa por R$ 19 milhões e seu vínculo com o time paulista se encerra em junho de 2022.

Abel Ferreira quer um novo centroavante em seu elenco, uma vez que constata que há uma carência nessa posição. A diretoria tentou viabilizar as contratações de Santos Borré, do River Plate, e Valentín Castellanos, do New York City, mas não teve sucesso nos dois casos.

Deyverson está atrás de Borja na fila para voltar a ter uma oportunidade. O colombiano vive ótima fase no Junior Barranquilla, é o artilheiro da Libertadores ao lado de Gabriel, do Flamengo, com seis gols, e tem boas chances de ser utilizado a partir de agosto, quando reabre a janela internacional e ele voltará de empréstimo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.