Por Fifa Em Brasil & Mundo

Sakho se recupera de lesão e enfrenta Alemanha nesta sexta (4)

sakho_frança

Recuperado de lesão, Sakho enfrenta Alemanha

Getty Images/Fifa

O zagueiro Mamadou Sakho reacendeu as esperanças no coração da torcida francesa graças aos dois gols que marcou no jogo de volta da repescagem contra a Ucrânia, em novembro de 2013. Nas duas primeiras partidas da França na Copa do Mundo da Fifa 2014, ele deu continuidade ao clima de otimismo dando segurança a um miolo de zaga com o qual Didier Deschamps andava às voltas desde que assumiu o comando da seleção. 

No entanto, Sakho sofreu um estiramento muscular na partida contra a Suíça, no último dia 20 de junho, deixando o torcedor dos Bleus novamente preocupado. "Agora está bem melhor, estou me sentindo bem", contou ele à Fifa, com a coxa ainda enfaixada, a poucas horas do confronto com a Alemanha pelas quartas de final, nesta sexta-feira no Estádio do Maracanã. "Precisei me afastar dos treinamentos durante dois dias por precaução, mas agora está tudo bem. Estou usando essa fita porque recebi uma pancada, mas estou bem. Pode ter certeza."

Embora Laurent Koscielny tenha entrado bem no lugar de Sakho, o zagueiro do Arsenal ainda é lembrado pelo cartão vermelho e pelo pênalti que fez contra a Ucrânia na primeira partida das repescagens europeias. Além disso, os únicos dois gols sofridos pela França no Brasil 2014 aconteceram logo depois que o beque do Liverpool foi substituído por Koscielny, na goleada de 5 a 2 sobre os suíços. 

"Eu e o Raphael (Varane) jogamos bem, mas o Laurent foi irrepreensível", destacou Sakho após a atuação realmente impecável de Koscielny contra a Nigéria. "O mais importante é que todos os jogadores estejam prontos para o combate quando o técnico precisar deles, e foi o que aconteceu."

Apesar de receber elogios pelo bom humor e pela generosidade, Sakho não é do tipo que gosta de ser o centro das atenções. Líder nato, porém, ele foi o mais jovem capitão da história da primeira divisão francesa e do Paris Saint-Germain (17 anos e oito meses), clube no qual foi formado e que defendeu até 2013, quando se transferiu para o Liverpool. 

No dia 27 de maio de 2014, Sakho também capitaneou os Bleus pela primeira vez por ocasião de um amistoso com a Noruega vencido por 4 a 0. Em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, Deschamps voltou a destacar "a importância do seu caráter e da sua personalidade" para o grupo. "Assumir a palavra no vestiário é algo natural e espontâneo para mim", explica Sakho. 

"Tenho uma personalidade forte que possibilita com que eu transmita as mensagens que desejo aos meus companheiros", acrescenta. "Geralmente faço isso com humor, porque acredito que essa seja a melhor forma de passar um recado. Sempre tive esse lado de irmão mais velho com os mais jovens. Quando eu mesmo era jovem, adorava quando os mais velhos vinham me dar conselhos. Sempre aprendemos com as pessoas de mais idade. Agora chegou a minha vez."

De vento em popa
Se Sakho garante a alegria nos vestiários da seleção francesa, ele também o faz dentro de campo. Embora não seja exatamente habilidoso, ele compensa pela energia constante e pela grande presença atlética ao lado de um Varane menos espontâneo, mas não menos talentoso. Pelo entrosamento, a dupla traz boas lembranças da França 1998 e da zaga campeã do mundo formada por Laurent Blanc e Marcel Desailly. 

Restam mais três desafios para que a comparação seja completa, e o primeiro acontece no Rio de Janeiro diante dos alemães. "Será uma partida interessante", analisa Sakho. "A Alemanha tem muitos jogadores jovens, mas nós também. Precisamos continuar sendo nós mesmos, manter a normalidade, jogar o nosso futebol, não esquentar a cabeça, continuar o que estamos fazendo desde o começo e, se possível, juntar um pouco mais de concentração, determinação e agressividade", conclui.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Fifa, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.