Por Conteúdo Estadão Em Brasil & Mundo

Santos goleia Ponte Preta e vai à semifinal do Paulista

O Santos não deu chances para "zebra" na noite desta quarta-feira ao golear a Ponte Preta por 4 a 0 e conquistar a vaga na semifinal do Campeonato Paulista. Diante da torcida, na Vila Belmiro, o melhor time da competição até agora manteve sua condição de favorito com gols de Cícero, Geuvânio, Gabriel e Diego Cardoso. Os três primeiros passaram a dividir a artilharia do time no Estadual, todos com sete gols.

Além da vaga na próxima fase, o time manteve o aproveitamento de 100% em casa, com nove vitórias em nove partidas na Vila. Melhorou ainda os números do seu ataque, o melhor do Paulistão. O Santos soma agora 43 gols marcados em 16 jogos.

Agora a equipe santista vai aguardar pelos demais jogos das quartas de final - São Paulo x Penapolense e Botafogo x Ituano ainda nesta quarta e Palmeiras x Bragantino, na quinta - para saber quem será seu próximo adversário. As semifinais serão disputadas no fim de semana.

Nesta quarta, o time de Oswaldo de Oliveira contou com os retornos de Cicinho, Cícero, Leandro Damião e Arouca, poupados no clássico com o Palmeiras, no domingo passado. Na zaga, David Braz ganhou a disputa com Jubal e foi o titular, encaminhando seu lugar no time nos próximos jogos.

O JOGO - Sob chuva, a Ponte tentou aproveitar o gramado molhado para surpreender o Santos nos instantes iniciais da partida. Mas Adrianinho, aos 2, e Antônio Flávio, aos 3, não tiveram sucesso. O Santos reagiu no contra-ataque com Gabriel, parando na defesa de Roberto.

Foi o lance que determinou o que seria o primeiro tempo: a Ponte tentava surpreender, mas era o Santos quem criava as chances mais efetivas. Assim, Geuvânio, aos 11, e Leandro Damião, aos 20, quase abriram o placar.

Era a preparação para o gol que viria um minuto depois. O lance teve início em cobrança de escanteio desviada de cabeça por Ferrugem na pequena área. A bola sobrou para Cícero bater meio sem jeito, quase de canela, da marca do pênalti: 1 a 0.

Com a vantagem enfim estabelecida no placar, o Santos se armou bem na defesa e deixou a Ponte praticamente sem ação no meio-campo. O time de Campinas trocava passes sem encontrar uma brecha para avançar ao ataque. Em uma rara oportunidade depois do gol sofrido, a Ponte quase empatou em cabeçada de Diego Sacoman rente à trave esquerda de Aranha, aos 35.

O segundo tempo foi mais tranquilo para os santistas, graças ao segundo gol, marcado logo aos três minutos. A finalização cruzada de Geuvânio, pela direita, teve origem em passe de bicicleta de Leandro Damião.

Embalado, o Santos garantiu a classificação ao marcar o terceiro gol, aos 15. Gabriel recebeu na direita e cortou para a esquerda antes de bater de fora da área para o fundo das redes.

Antes do apito final, o Santos ainda anotou o quarto com o jovem Diego Cardoso. O atacante de 20 anos, que acabara de entrar em campo, completou jogada de Cícero e só completou para o gol, aos 34 minutos, finalizando a goleada santista.


FICHA TÉCNICA:

SANTOS 4 x 0 PONTE PRETA

SANTOS - Aranha; Cicinho, Neto, David Braz e Mena; Arouca, Cícero, Geuvânio e Gabriel (Alison); Leandro Damião (Diego Cardoso) e Thiago Ribeiro (Alan Santos). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

PONTE PRETA - Roberto; Ferrugem, César, Diego Sacoman e Magal; Bruno Silva, Fernando Bob e Adrianinho (Bida); Antônio Flávio, Alemão (Rossi) e Silvinho (Neilson). Técnico: Vadão.

GOLS - Cícero, aos 21 minutos do primeiro tempo. Geuvânio, aos 3, e Gabriel, aos 15, e Diego Cardoso, aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Alison.

ÁRBITRO - Vinícius Furlan.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.