Por Conteúdo Estadão Em Brasil & Mundo

Thiem comete muitos erros e leva incrível virada de Andujar em Roland Garros

A zebra deu as caras em grande estilo no primeiro dia de Roland Garros. Numa apresentação repleta de erros, Dominic Thiem, cabeça de chave número 4 e atual campeão do US Open, levou impressionante virada de Pablo Andujar, após abrir 2 a 0, para ser o primeiro dos candidatos ao título no saibro francês a dar adeus.

Vice-campeão em 2018 e 2019, o austríaco até começou a partida passando a falsa impressão que venceria sem maiores problemas, ao fechar os dois primeiros sets com parciais de 6/4 e 7/5. Comprovava sua força diante de um espanhol que lutava muito e não desistia dos pontos.

O empenho do veterano Andujar, de 35 anos, parecia incomodar Thiem, que caiu muito de rendimento a partir do terceiro set na quadra Phillipe Chatrier, a principal do complexo de Roland Garros.

Cometendo muitos erros, Thiem passou de dominador a dominado e já não conseguia mais imprimir seu ritmo. Para se ter noção do dia ruim em Paris do austríaco, basta ver o tanto de erros não forçados dele nas 4h28 de jogo. Foram 61, que resultaram na precoce queda.

Andujar aproveitou o desequilíbrio do austríaco para fechar o terceiro set por 6/3. Sem jamais ter vencido Thiem nos outros três confrontos realizados, ele tentava não aumentar o retrospecto negativo. E desencantou com 6/4 nas duas últimas parciais e 3 a 2 numa enorme batalha e virada impressionante.

Outro favorito que deu adeus em Paris foi Grigor Dimitrov. Mas por abandono. Depois de abrir 2 a 0 sobre o americano Marcos Giron, parciais de 6/2 e 6/4, caiu por 7/5 no terceiro set e, quando estava atrás em 3 a 0 no quarto, desistiu ao sentir uma lesão. O búlgaro, 11° cabeça de chave, já havia abandonado na semifinal do Australian Open, em fevereiro, também por problemas físicos.

Confira outros resultados deste domingo:

Karen Khachanov bateu Jirí Veselý por 6/1, 6/2 e 6/3, Márton Fucsovisc passou por Gilles Simon com 6/4, 6/1 e 7/6 (5), Guido Pella superou Daniel Gallán por 6/3, 7/6 (4) e 7/5, Roberto Bautista derrotou Mario Vilella Martínez por 6/4, 6/4 e 6/2, Miomir Kecmanovic ganhou de Daniel Evans por 1/6, 6/3, 6/3 e 6/4, Henri Laaksonen eliminou Yannick Hanfmann com 6/1, 6/3, 4/6 e 6/2, Pablo Busta venceu Norbert Combos por 6/3, 6/4 e 6/3, Fábio Fognini bateu Grégore Barrère por 6/4, 6/1 e 6/4, Enzo Couacaud levou a melhor sobre Egor Gerasimov, por 7/6 (3), 6/4 e 6/3, Mackenzie McDonald superou Emil Ruusuvuori por 4/6, 6/3, 7/6 (4) e 6/3.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.