Regional

São José vence no Clássico do Vale e Pinda comemora a primeira vitória na despedida

O time joseense decidiu com um gol no começo do segundo tempo e o pindense conseguiu desencantar no final

Escrito por Jogando Juntos

13 OUT 2021 - 16H00 (Atualizada em 13 OUT 2021 - 19H38)

São José 991

Na última rodada da fase de classificação do Paulistão Feminino, o São José venceu o Clássico do Vale ao receber o Taubaté e fazer um gol no começo do segundo tempo. Em casa, o Pinda conseguiu a primeira vitória no campeonato e saltou da última para a antepenúltima colocação. Agora, joseenses e taubateanas partem para o mata-mata da Copa Paulista.

O principal campeonato estadual de futebol feminino teve os 12 times se enfrentando em um turno único. A 11ª e última rodada foi com todas as seis partidas disputadas na tarde desta quarta-feira. Agora, os quatro primeiros irão às semifinais e os quatro da sequência da classificação terão um mata-mata paralelo valendo o título da Copa Paulista. Automaticamente, os quatro últimos saíram eliminados.

Os quatro semifinalistas e os quatro da Copa Paulista já estavam com a classificação antecipada. Faltavam os resultados da última rodada para a definição dos confrontos. No campo, as partidas terminaram assim: São José 1 x 0 Taubaté; Pinda 3 x 2 Portuguesa; Corinthians 2 x 0 Red Bull Bragantino; São Paulo 2 x 1 Ferroviária de Araraquara; Realidade Jovem de São José do Rio Preto 0 x 3 Santos e Nacional de São Paulo 1 x 7 Palmeiras.

Entre os semifinalistas, o Corinthians (31 pontos) e o São Paulo (30) sustentaram as duas primeiras colocações. O Santos (25) ultrapassou a Ferroviária (24) e terminou em terceiro. Na zona da Copa Paulista, o Palmeiras (19) confirmou a quinta colocação e o São José (18) ultrapassou o Red Bull (16) e ficou em sexto. O Taubaté (13) permaneceu como oitavo.

Entre os quatro eliminados, o Realidade Jovem (6) manteve a melhor posição. O Pinda (4 pontos e saldo negativo de 37 gols) ultrapassou o Nacional (4 pontos e saldo negativo de 38 gols) e também a Portuguesa (3), terminando na 10ª posição.

Os confrontos

Em cruzamento olímpico que deixa o time de melhor campanha com a partida de volta em casa, as semifinais e a Copa Paulista ficaram assim: Corinthians x Ferroviária, São Paulo x Santos, Palmeiras x Taubaté e São José x Red Bull. Depois dos dois jogos, o confronto que terminar empatado nos pontos e gols marcados será decidido nos pênaltis.

A Federação Paulista de Futebol deverá divulgar a tabela da sequência do campeonato em conselho técnico virtual na manhã desta quinta-feira. A rodada de ida virá com os jogos: Ferroviária x Corinthians, Santos x São Paulo, Taubaté x Palmeiras e Red Bull x São José.

Clássico do Vale

No estádio Martins Pereira, o São José entrou sem a atacante Ju Oliveira, suspensa por terceiro cartão amarelo, e o Taubaté não contou com a atacante e artilheira Victoria Liss, contundida. A atacante Bea, a substituta de Ju Oliveira, aproveitou a oportunidade e fez o gol da partida.

Controlando as ações na maior parte do tempo, o São José foi buscar o gol decisivo no começo do segundo tempo. Aos 2 minutos, Larissa Vasconcelos desarmou uma saída de jogo da defesa adversária e aprofundou um passe curto. Pelo meio e de fora da área, Bea acertou um chute forte e bem colocado no canto esquerdo.

Como as joseenses não encontravam a finalização para um segundo gol, as taubateanas lutaram por um resultado melhor. Aos 36 minutos, quase marcaram quando a zagueira Hericka desviou de cabeça uma falta levantada na área.

Os times

O São José, do técnico Guilherme Giudice: Zany; Juju (Letícia Fagundes 42´/2º), Veronica Riveros (Evellyn 21´/2º), Karen e Camila (Gabriela 35´/2º); Vitória Calhau (Bárbara 35´/2º), Ionara, Rafa Marques e Larissa Vasconcelos; Bea e Verena (Natiele 21´/2º).

O Taubaté. do técnico Arismar Júnior: Yolanda; Índia, Hericka, Jérica (Helen Souto 21´/2º) e Carol Franco; Mística, Cacá, Luana e Lene (Thuany 15´/2º); Vitória Eugênio (Vitória Sousa 45´/2º) e Rafaela (Victória Thalita – intervalo).

A equipe de arbitragem: Pablo Rodrigo Soares de Oliveira (árbitro), Osvaldo Apipe de Medeiros Filho (assistente 1), Robson Ferreira Oliveira (assistente 2), Roderson Salvador (quarto árbitro) Paulo Roberto Maffei Amorim (analista de vídeo).




Em Pinda

Na última chance de conquistar a primeira vitória em sua primeira participação no Paulistão feminino, o Pinda superou adversidades e fez 3 a 2 na Portuguesa, no estádio Doutor Antônio Pinheiro Júnior.

Esquecendo os 11 a 0 que levou do Santos na rodada anterior, o Pinda foi à frente e descolou um pênalti bem cobrado pela meia Helena, aos 9 minutos. A mesma Helena ampliou, aos 26, quando o time já não mais contava com a meia-atacante Biquinha, expulsa por segundo cartão amarelo, aos 20.

A Portuguesa reagiu e empatou ainda no primeiro tempo, com Renatinha, aos 37 e Lai, aos 46. No entanto, aos 41 do segundo tempo, a atacante Evyla aproveitou um corredor pela meia esquerda e mandou um chute forte no canto direito, fazendo 3 a 2 e definindo o resultado histórico para as pindenes.

Dirigido pelo técnico Marcos Derrico, o Pinda jogou com: Lia; Amanda, Maysa (Bruna Barbosa 36´/2º, depois Gua 41´/2º) e Leandra; Kehtleen (Elen – intervalo), Bruna Angélica, Jéssica, Helena (Teberga 10´/2º) e Yohanna (Evyla 10´/2º); Bianquinha e Carol.




Nas imagens, as joseenses Verena e Karen tentando finalizar diante da taubateana Hericka (foto de Renato Antunes/Agência Maxx Sports), a atacante taubateana Thuany buscando a área joseense (foto de Rafael Citro/Taubaté Feminino) e Evyla marcando o terceiro gol da histórica primeira vitória do Pinda no inédito Paulistão da equipe (TV FPF/Reprodução).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jogando Juntos, em Regional

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.