Alunos

Conto: D.

Conto escrito por Ana Flor Reginato Dias

colégio univap

Escrito por Ana Flor Reginato Dias

24 SET 2021 - 11H11 (Atualizada em 24 SET 2021 - 11H20)

Reprodução: Manu Macedo/Pinterest Ana Flor 1 (Reprodução: Manu Macedo/Pinterest)

Me lembro que o primeiro detalhe que reparei em ti foi teu sorriso, num primeiro momento reparei de forma negativa, não gostava dele (muito menos de você), mas aos poucos ele foi me cativando de uma maneira jamais vista antes, me perdia completamente nele.

Ai vieram seus olhos, seu nariz, seu queixo com a cicatriz e por fim todos os detalhes que eu guardo em mim até hoje.

Me lembro de cada um deles, todos, sem exceção, suas cicatrizes, suas inseguranças, suas incertezas, a marquinha engraçada em sua coxa.

Eu fiz um mapa mental de você na minha cabeça, conheço cada cantinho do seu corpo e nas noites após nosso último término era nisso que eu me segurava.

Eu chorava por horas, repassando seu mapa em minha cabeça, de certa forma, com medo de esquecê-lo e aquilo doía, doía mais do que tudo porque eu sabia que não te tocaria nunca mais.

E hoje, apesar de não lembrar mais de você com dor ou saudade, ainda me recordo de cada pedacinho seu, cada tatuagem, cada pintinha, cada imperfeição perfeita.

Saiba que te amei, com tudo de mim, o máximo que se é possível amar alguém. Não sei se serei capaz de amar outra pessoa como te amei, mas sei que vou tentar.

Com supervisão de Yeda Vasconcelos, jornalista do Meon Jovem.





Escrito por
colégio univap
Ana Flor Reginato Dias

1º ano do Ensino Médio - Colégio Univap - Unidade Centro - São José dos Campos

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.