Alunos

Poesia: Fleurs d'enfance

Poesia da Sara Alves Costa Carreira

Foto Sara Recortada (Arquivo Pessoal)

Escrito por Sara Alves Costa Carreira

22 SET 2021 - 15H16 (Atualizada em 22 SET 2021 - 15H22)

Reprodução: Internet Fundo Fleurs d'enfance (Reprodução: Internet)

No alvorecer o céu desponta em dourados raios de euforia tornando-me a via enevoada pela qual a calmaria se esvai juntamente com a suave brisa.

As áureas borboletas, a ventania etérea, aprazível é a sinestesia.

Extraordinária Vênus de Florença.

Em minhas últimas cartas questionei-me o motivo de tua repentina partida, talvez estejas distraída com o teu relógio de bolso, talvez estejas dispersa em tua colheita de flores.

As fitas amarelas e as ínfimas margaridas lembram-me de teu radiante olhar.

Permaneço no velho coreto à tua espera, tenho-te como bússola, tenho-te como nostalgia.

Extraordinária Vênus de Florença.

Talvez devêssemos nos encontrar para que eu pudesse me desculpar, pelas inconsequências da juventude.

O passado é apenas uma antiga canção, é o angelical arpejar do tempo, é a graciosa via de redenção.

Teu ingênuo coração não parece se incomodar com a confissão de meus desacertos, parece apenas almejar encontrar-se em meus recorrentes devaneios.

Extraordinária Vênus de Florença.

Na alta torre da catedral há a vossa singela despedida.

A arte é uma louca epifania.


Com supervisão de Yeda Vasconcelos, jornalista do Meon Jovem.





Escrito por
Foto Sara Recortada (Arquivo Pessoal)
Sara Alves Costa Carreira

1º ano do Ensino Técnico em Administração - Colégio Univap - Unidade Centro - São José dos Campos

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.