Alunos

Um dia do livro, por quê?

Saiba desde quando existe e como eram os primeiros livros

Artur (Arquivo Pessoal)

Escrito por Arthur Sabino Roque

27 OUT 2021 - 11H31

Pixabay livros 1 (Pixabay)

O livro é uma fonte de conhecimento que a maioria das pessoas do mundo conhece. Eles foram inventados a centenas de anos atrás e hoje estamos tão acostumados com ele. É possível ver diferentes livros em todos os lugares, além de revistas, jornais e cadernos.

Mas para termos essa quantidade colossal de livros no planeta, é preciso muito esforço e trabalho. Hoje são usadas impressoras para fazê-los, mas antigamente, para fazer cada exemplar, já se utilizou: papiro, pergaminho, depois era preciso usar tinteiro e escrever um a um artesanalmente. Até o dia em que Johannes Gutenberg criou a primeira impressora, ela “carimbava” tipo por tipo, ou seja, letra por letra, imaginem só.

Hoje nossas máquinas são capazes de imprimir centenas de páginas em questão de segundos. Johannes Gensfleisch zur Laden zum Gutenberg, ou simplesmente Johannes Gutenberg (1400 - 1468) foi um inventor, gravador e gráfico do Sacro Império Romano-Germânico. Ele desenvolveu um sistema mecânico de tipos móveis que deu início à Revolução da Imprensa, e que é amplamente considerado o invento mais importante do segundo milênio. O primeiro livro impresso por Gutenberg foi uma Bíblia.

Os livros chegaram ao Brasil, junto com a corte portuguesa, pois a Real Biblioteca Portuguesa veio junto com eles. Isso aconteceu em 29 de outubro de 1810, por isso este dia é chamado de Dia Nacional do Livro.

Revista Recreio
Revista Recreio

Essa biblioteca é hoje a Biblioteca Nacional do Brasil, cujo nome oficial é Fundação Biblioteca Nacional. De acordo com o site da Biblioteca Nacional, seu acervo: “é considerado pela UNESCO uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo, é também a maior biblioteca da América Latina. O núcleo original de seu poderoso acervo, calculado hoje em cerca de dez milhões de itens”.

É possível navegar pela linha do tempo da Biblioteca Nacional para saber mais sobre a sua história ao longo dos anos através do site. Existem, hoje, bibliotecas públicas e privadas, digitais e físicas. Em São José dos Campos há 5 bibliotecas públicas municipais: Cassiano Ricardo (centro), Hélio Pinto Ferreiro (Jardim das Indústrias), Helena Molina (Eugênio de Melo), Jansen Filho (Campo dos Alemães) e Centro da Juventude (Jardim América).

Com supervisão de Yeda Vasconcelos, jornalista do Meon Jovem.




Escrito por
Artur (Arquivo Pessoal)
Arthur Sabino Roque

4ª A do Ensino Fundamental I - Escola Estadual Henriqueta Costa Porto - São José dos Campos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.