Por Conteúdo Estadão Em Brasil

Bilhete único semanal começa a valer no dia 5 de abril

O prefeito Fernando Haddad (PT) anunciou, na manhã desta sexta-feira, 21, a data e o valor do bilhete único semanal, que começa a valer no próximo dia 5, ao custo de R$ 38, válido apenas para ônibus ou para metrô, e R$ 60, válido tanto para ônibus quanto para o metrô.

O bilhete é vantajoso para quem faz mais de 13 viagens na semana. Ele é válido por sete dias a partir da primeira utilização. A reutilização só pode ser feita em um intervalo de 30 minutos e, nos ônibus, não poderá ser reutilizado em uma mesma linha e sentido por duas vezes em uma mesma viagem - a medida visa evitar que o cartão seja repassado entre usuários diferentes que estão juntos.

No caso do bilhete semanal, será aberta também a opção de compra para o usuário que não fez cadastro, o que não acontecia com o bilhete mensal. Neste caso, o valor é maior: R$ 48 para ônibus ou metrô, separadamente, e R$ 75 para ônibus mais metrô. Segundo a Prefeitura, esta opção pretende atingir turistas e pessoas que estão de passagem pela capital.

O anúncio da nova modalidade de bilhete foi feito durante cerimônia de inauguração do Laboratório de Mobilidade da Prefeitura, uma parceria com a Universidade de São Paulo (USP), onde serão desenvolvidos programas para as redes de ônibus e de controle de trânsito.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.