Brasil

Caso Henry: Vereador é preso acusado da morte do enteado de 4 anos

A mãe do menino também foi presa

Escrito por Agência Brasil

08 ABR 2021 - 07H00 (Atualizada em 08 ABR 2021 - 09H07)

henry

O vereador Dr. Jairinho (SD) foi preso na manhã desta quinta-feira (8) pela Polícia Civil. Ele é investigado por envolvimento na morte de seu enteado, o menino Henry Borel Medeiros, de 4 anos, no dia 8 de março. A Polícia Civil também prendeu a mãe do menino e namorada do parlamentar, Monique Medeiros.


Dr. Jairinho

A criança morreu no apartamento onde Jairinho e Monique moravam, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, depois de passar um fim de semana com o pai. Inicialmente, o caso foi tratado como um acidente, como se o menino tivesse caído da cama, mas perícias médicas constataram que a vítima havia sido vítima de graves agressões, que causaram sérias lesões na cabeça e órgãos, com a ruptura do fígado.

Depois que a polícia começou a investigar se Henry foi vítima de violência doméstica, o casal criou um site, onde se dizia inocente. Afirma, ainda, que “a Justiça prevalecerá”.

O casal foi preso por atrapalhar as investigações e por ameaçar testemunhas para combinar versões.

A polícia suspeita ainda, que Jairinho tenha agredido a criança e que a mãe sabia. Investigadores acreditam que semanas antes da morte, Henry foi torturado pelo vereador, também com conhecimento da mãe.


Capa do site criado pela defesa do casal onde mostra o vereador e a mãe com o menino



Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Agência Brasil, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.