Por Conteúdo Estadão Em Mundo

Irã emite mandado de prisão contra Trump por morte de general Qassim Suleimani

A Justiça do Irã emitiu mandados de prisão para o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e outros 35 acusados de envolvimento no assassinato do general Qassim Suleimani, morto no dia 2 de janeiro, em uma ação das forças armadas americanas no Iraque. A informação foi divulgada pela agência de notícias iraniana Fars.

"Trinta e seis indivíduos que estão envolvidos ou ordenaram o assassinato de Hajj Qassem, incluindo políticos e militares dos Estados Unidos e de outros governos, foram identificados e mandados de prisão foram expedidos contra eles pelo Judiciário. Também emitimos alerta vermelho pela Interpol", afirmou Ali Alqasi Mehr, procurador-geral de Teerã.

As acusações, de acordo com o procurador, são de homicídio e terrorismo. Quanto ao caso de Trump, o procurador acrescentou que ele está no topo da lista do caso, mas que ele será processado assim que deixar o cargo de presidente dos EUA.

O general iraniano Qassim Suleimani, responsável pelos assuntos iraquianos na Guarda Revolucionária do Irã, foi morto em um bombardeio americano no aeroporto de Bagdá. Um dos militares mais poderosos do grupo, ele era considerado terrorista pelos Estados Unidos e Israel. A morte do general deu início a uma série de protestos antiamericanos no país do Oriente Médio.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.