Mundo

Peregrinos morrem devido ao calor extremo na Arábia Saudita

Temperatura chega a 47ºC em evento religioso em Meca

Escrito por Meon

16 JUN 2024 - 17H30 (Atualizada em 16 JUN 2024 - 17H35)

Anadolu Agency via Getty Images

O Ministério das Relações Exteriores da Jordânia informou em um comunicado, neste domingo(16), que 14 pessoas morreram durante a peregrinação do Hajj em Meca, na Arábia Saudita, e outros 17 estão desaparecidos. Pelo menos seis das mortes foram relacionadas ao calor.

+ Leia mais notícias do Mundo

+ Receba as notícias pelo Canal do Meon no WhatsApp

As temperaturas atingiram 47 graus em Meca nesta segunda-feira. Autoridades sauditas vinham alertando que as temperaturas durante a reunião anual poderiam chegar a 48 graus. O Ministério das Relações Exteriores da Jordânia estava coordenando ações com autoridades sauditas em Jeddah, como os procedimentos de enterro e a possível transferência dos corpos de volta para o país.

Quase dois milhões de pessoas participam do Hajj este ano, de acordo com a Autoridade Geral Saudita de Estatísticas. O Hajj é um dos maiores encontros religiosos do mundo e o maior evento anual na Arábia Saudita. Ele ocorre dois meses e 10 dias após o término do Ramadã. Como o calendário islâmico é lunar e mais curto que o calendário gregoriano, o Hajj muda de data ligeiramente a cada ano.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.