Por Conteúdo Estadão Em Noticias

Para Molon, governo recusar vacina a 50% do preço é 'escandaloso'

O líder da Oposição na Câmara, deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), mostrou repúdio contra a atitude do governo de recusar a oferta de vacina da Pfizer por metade do valor pago pelos Estados Unidos e Europa. "Isso é mais uma prova de que a administração de Bolsonaro não tinha interesse em garantir vacina para o povo", afirmou o parlamentar.

No domingo (6), a Folha de S. Paulo publicou uma matéria em que aponta que o governo recusou vacinas da Pfizer no ano passado à metade do preço pago por Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia. Segundo a reportagem, até 70 milhões de doses da Pfizer poderiam ter sido entregues a partir de dezembro por US$ 10 cada.

Molon escreveu, em publicação no Twitter, que a revelação é "escandalosa". "Governo recusou a vacina da Pfizer com 50% de desconto, metade do valor pago pelos EUA e Europa. Além de escandaloso, isso é mais uma prova de que a administração de Bolsonaro não tinha interesse em garantir vacina para o povo", anotou na rede social.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.