RMVale

Bolsonaro quer derrubar uso obrigatório de máscaras para vacinados e já infectados

Decisão conflita com recomendações científicas; OMS pede cautela para países que optarem pela prática

Escrito por Fabrício Correia

10 JUN 2021 - 18H32

Alan Santos / PR Bolsonaro - Foto de Alan Santos PR (Alan Santos / PR)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (10) que está em tratativas com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual para quem já foi vacinado contra a Covid-19 e também para quem já a contraiu.

Em sua fala, ocorrida em um evento do setor do turismo, o presidente afirmou que o uso da proteção deve ser obrigatório apenas para os infectados com a Covid-19.

"Queiroga vai ultimar um parecer visando desobrigar o uso de máscara para quem estiver vacinado ou já tenha sido contaminado", disse Bolsonaro.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) nas últimas semanas pediu cautela aos países que optaram por autorizar a dispensa do uso de máscaras para pessoas vacinadas. Segundo a entidade, a desobrigação desses cuidados pode acontecer quando não há mais transmissão comunitária da doença e não depende apenas da vacinação contra o coronavírus.

No mesmo evento, Bolsonaro parabenizou o ministro da economia Paulo Guedes pela gestão a frente da passa, a quem disse que chama “carinhosamente” de “Posto Ipiranga”.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Fabrício Correia, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.