Por Elaine Rodrigues Em RMVale

Câmeras flagram cenas que vão do cômico ao trágico em São José

20140710_coi_sjc_divulga

Sala de videomonitoramento do COI controla 491 câmeras em São José

Divulgação/PMSJC

Entre segunda (7) e sexta-feira (11), as câmeras do COI (Centro de Operações Integradas) de São José dos Campos flagraram diversas infrações, como um homem incendiando uma lixeira e outros dois jogando lixo em lugares impróprios. As imagens capturadas pelas lentes espalhadas pela cidade rendem, além de segurança, cenas que vão da comédia à tragédia da vida real.

Elvis de Jesus, faz parte da Guarda Municipal há 26 anos e é coordenador do COI em São José. O servidor comanda a equipe de monitoramento conectada 24 horas por dia a 491 câmeras de vídeo espalhadas por toda a cidade. Jesus trabalha no COI desde que foi criado, em 2002, e acompanhou parte das mais de 650 mil ocorrências registradas neste período.

"Monitoramos a vida da cidade com nossas câmeras e observamos o cotidiano das pessoas. Acabamos enxergando anormalidades, acontecimentos críticos, e o nosso objetivo é observar as práticas abusivas contra o ordenamento urbano. Também fazemos a ronda eletrônica nas praças, equipamentos esportivos, escolas e postos da prefeitura", explica o coordenador.

Curiosidades
Apesar da missão de ficar de olho em qualquer infração, atitude suspeita ou acidente que aconteça na cidade, as lentes super potentes, com zoom capaz de identificar pessoas dentro dos carros, também flagram momentos engraçados.

"Certa vez, duas pessoas utilizando smartphones no centro da cidade, provavelmente ouvindo música ou enviando mensagens, ambas de cabeças baixas, acabaram batendo uma com a outra. As duas caíram, uma de cada lado, não houve ferimentos, apenas o susto. Esse vídeo deixou uma lição e utilizamos o vídeo para ilustrar trabalhos de conscientização de motoristas, motociclistas e pedestres, sobre o que pode causar um ato de desatenção", conta Jesus.

Nem sempre as imagens trazem situações engraçadas, às vezes, acidentes são tão impactantes, que deixam os próprios agentes do COI espantados. "Certa vez, estávamos diante do monitor quando um veículo bateu de frente com outro. A câmera estava em zoom e vimos quando o condutor de um dos veículos se abaixou, provavelmente para colocar uma CD. Esse instante foi o suficiente para o seu veículo ir para a pista contrária e colidir. O acidente foi impressionante pelos danos materiais e pelos ferimentos causados aos dois motoristas. Um deles acabou morrendo".

Flagrantes
Além das situações inusitadas, as infrações mais captadas pelas câmeras do COI são contra o ordenamento urbano, como vandalismo, comércio irregular em semáforos e vias públicas, panfletagem irregular e descarte de lixo em locais impróprios. "Também somos acionados via rádio para apoiar com as câmeras no trabalho da Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Desenvolvimento Social", conclui Jesus.

Além do monitoramento, o COI também gerencia um enorme banco de dados com as imagens gravadas. "Todos os dias pessoas de toda a cidade pedem imagens de nossas câmeras para tirar dúvidas e fazer esclarecimentos sobre os mais diversos assuntos. Esses pedidos também chegam por meio de ofícios das Delegacias de Policia Civil e dos Juízes, que utilizam as imagens do COI como prova técnica de ocorrências", explica.

Outras informações sobre o COI podem ser obtidas no site da Prefeitura de São José dos Campos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elaine Rodrigues, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.