RMVale

Ex-funcionária da prefeitura de Monteiro Lobato alega que foi demitida por ser mulher

A prefeitura nega as acusações e informou que contratou outra mulher para ocupar o cargo

Escrito por Samuel Strazzer

19 MAI 2021 - 19H20 (Atualizada em 19 MAI 2021 - 19H33)

Reprodução monteiro-lobato-prefeitura (Reprodução)

Uma ex-funcionária da prefeitura de Monteiro Lobato alega que foi demitida por ser mulher. O desligamento aconteceu nesta segunda-feira (17).

Mayara Boccini, 24 anos, fez uma publicação em seu Facebook contando que, no momento em que foi demitida, o prefeito Edmar (PSD) teria falado que o cargo que ela estaria ocupando “não é lugar para mulher e sim para homem”.

“Eu era assessora de transportes , trabalhava na garagem municipal. Exercia um cargo que há mais de 5 anos consecutivos foram exercidos por mulheres”, explica Mayara em entrevista ao Meon.

Ela disse que ira entrará com uma representação contra o prefeito no Ministério Público. Além desta denúncia, ela também afirma que teria sido designada a fazer o supletivo para um dos secretários da gestão.

O Portal Meon entrou em contato com a Prefeitura de Monteiro Lobado que afirmou que todas as denúncias não procedem. Em relação à demissão, o prefeito Edimar disse que “A denúncia não procede. É um cargo de confiança, ela não estava desempenhando bem o papel e eu tive que trocar. Eu já contratei outra pessoa, inclusive uma mulher, pra ocupar o cargo”.

Em relação a denúncia do supletivo, a prefeitura disse que havia pedido o auxílio de Mayara para encontrar a escola e não para fazer o curso pelo secretário.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Samuel Strazzer, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.