RMVale

Fábrica da Ford em Taubaté deve encerrar as atividades até o fim de julho

Cerca de 700 funcionários já foram demitidos

Escrito por Julia Lopes

17 MAI 2021 - 10H46 (Atualizada em 17 MAI 2021 - 11H01)

Divulgação/Sindmetau Trabalhadores ford (Divulgação/Sindmetau)

A fábrica da Ford em Taubaté deve encerrar suas atividades até o fim de julho deste ano. O cronograma está no PDI (Plano de Demissão Incentivada) aprovado pelos trabalhadores no dia 6 de abril.

Segundo o Sindmetau (Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté), cerca de 700 trabalhadores já foram demitidos e 60 funcionários seguem atuando no desligamento de máquinas e equipamentos da fábrica. Esse processo é chamado tecnicamente de descomissionamento.

O processo de demissão dos trabalhadores foi iniciado no mês de abril, sendo a primeira etapa a adesão ao PDI, entre os dias 9 e 16. Na sequência, a Ford realizou os desligamentos na segunda quinzena de abril. A homologação está prevista para ser realizada no fim de maio.

Além das verbas trabalhistas, os metalúrgicos também recebem uma indenização. O acordo aprovado pelos trabalhadores, após 25 reuniões de negociação entre Sindicato e Ford, estabelece o pagamento de dois salários adicionais por ano trabalhado para os funcionários horistas. Para os mensalistas, o valor é de um salário adicional por ano trabalhado.

O PDI também prevê a abertura de um programa de qualificação, com objetivo de auxiliar os trabalhadores na reinserção no mercado.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Julia Lopes, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.