Por Nicole Almeida Em RMVale Atualizada em 26 MAR 2020 - 16H07

Funcionários do Poupatempo em São José se revoltam após empresa alegar que suspenderia contratos

Empresa afirmou que houve um entendimento e as demissões foram suspensas

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal
Empresa que gerencia o Poupatempo, afirmou que houve um entendimento e as demissões foram suspensas.


Funcionários do Poupatempo, de São José dos Campos, se revoltaram na manhã desta quinta-feira (26), após a empresa alegar que suspenderia todos os contratos. Segundo uma das funcionárias, o Poupatempo informou o posicionamento através de mensagem nesta quarta-feira (25), o justificando em virtude da atual situação de calamidade por conta da pandemia do novo coronavírus.

A Prodesp, empresa de Tecnologia do Governo de São Paulo que gerencia o Poupatempo, afirmou que houve um entendimento e as demissões foram suspensas.

Em nota, ainda informaram:

“A suspensão dos contratos de serviços de empresas terceirizadas até 30/04 não significa demissão de funcionários. Todas as empresas estão orientadas a não demitir, pois seus contratos serão reativados ao final da quarentena.”

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Nicole Almeida, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.