Por Rodrigo Ribeiro Em RMVale

Manutenção do IPI reduzido não impede férias e demissões nas montadoras da RMVale

20140705_porto_saosebastiao940_patio_carros_priscilagomesmeon03

Manutenção do IPI reduzido não impede férias e demissões na RMVale

Proscila Gomes/Meon

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, confirmou que vai manter o IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) reduzido até dezembro. Mesmo com a redução do imposto, em algumas montadoras e empresas do setor automobilístico da RMVale houve demissões e férias coletivas.

Tudo indica que o IPI reduzido foi mantido devido a uma crise no setor automobilístico nacional. Sob impacto da queda das vendas aos argentinos e também no mercado interno, a produção brasileira de veículos foi 8,4% menor no primeiro trimestre deste ano em relação a 2013 e somou 789,8 mil unidades, incluindo automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

GM
Nesta segunda-feira (7), a General Motors deu férias coletivas para todos os funcionários da planta de São José dos Campos, cerca de 5.300. Em maio deste ano, o diretor do complexo industrial, Alaor Araújo, anunciou a redução de custos para evitar demissões na unidade e divulgou números preocupantes do estoque de automóveis no pátio da GM.

"Estamos com um estoque para 48 dias, o normal é ter uma quantidade para 15 dias", disse Alaor. Segundo o diretor, não há previsão para investimentos na planta e o mercado deve voltar a crescer somente em 2016.

Ford
No mês anterior, a Ford de Taubaté, concedeu 18 dias de férias coletivas para 1,9 mil funcionários, o equivalente a 80% dos trabalhadores da planta. Segundo a empresa, as férias aconteceram para readequar e ajustar o estoque.

Volkswagen
Em maio deste ano, 96 funcionários da Volkswagen de Taubaté foram demitidos. De acordo com a montadora, os colaboradores trabalhavam em regime temporário, com contrato assinado em maio do ano passado. Com validade de um ano, os documentos não foram renovados pela empresa.

Por meio de nota, a montadora informou que, apesar das demissões, “reafirma a sua confiança no crescimento do mercado brasileiro e mantém seu plano de investimento na ordem de R$ 10 bilhões até 2018”.

Amsted-Maxion
Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, a Amsted-Maxion, que produz componentes para o setor automotivo, inclusive para a GM, Ford e Volkswagen, demitiu 262 funcionários em abril deste ano em Cruzeiro.

A empresa possui, aproximadamente, 5 mil empregados e é considerada a principal indústria de Cruzeiro. O presidente do sindicato, Jumar Batista, revelou que a queda de produção da Maxion, seguida das demissões, está relacionado à crise das indústrias metalúrgicas do setor automobilístico.

O Meon entrou em contato com as montadoras da RMVale, que não informaram os números atuais do estoque nos pátios.

IPI reduzido
A alíquota do IPI foi reduzida em janeiro deste ano e a previsão é que voltasse ao voltar normal no dia 1º de julho. Com a nova medida, o imposto continua em 3% para carros com motor 1.0 e para veículos com motor flex até 2.0 foi mantida em 9%. Para versões a gasolina, está mantido 8%.

Segundo o ministro, com a manutenção do IPI reduzido o governo vai deixar de arrecadar R$ 800 milhões até dezembro e a renúncia fiscal no ano vai ser de R$ 1,6 bilhão. É dinheiro tirado do orçamento público, que poderia ser usado em saúde pública, por exemplo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rodrigo Ribeiro, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.