RMVale

Porteiro de 42 anos é vítima de racismo em Taubaté

De acordo com a vítima, o ataque teria acontecido por parte de um cliente da clínica em que trabalha

Escrito por Gabriel Campoy

24 MAI 2021 - 19H37 (Atualizada em 24 MAI 2021 - 20H13)

PorTaubaté Racismo em Taubaté (new) (PorTaubaté)

Um porteiro, de 42 anos, foi vítima de racismo na última quinta-feira (20) em Taubaté.

De acordo com a vítima, o ataque teria acontecido por parte de um cliente da clínica em que trabalha, e teria se iniciado após o agressor ter se recusado a respeitar os protocolos de prevenção à Covid-19.

Logo após, o suspeito teria começado a ofender o porteiro e se manteve dentro da unidade. Na saída, o mesmo teria voltado a dizer palavras de baixo calão.

Segundo nota da SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo), a vítima foi orientada sobre o prazo de seis meses para apresentação de queixa crime.

“Eu apenas estava fazendo o meu trabalho e pedindo para que ele seguisse o protocolo sanitário do estabelecimento. Logo em seguida ele disse que eu não sabia com quem estava falando. Que eu era um ‘preto vagabundo’. Fiz o boletim para que ele reflita sobre as ações dele”, disse o porteiro agredido.

O caso foi registrado como injúria racial pela Delegacia de Taubaté.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Gabriel Campoy, em RMVale

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.