Regional

Taubaté estreia na Série A-2 com empate sem gols no Joaquinzão

Burro da Central fez jogo equilibrado contra o Oeste de Barueri que colocou até bola na trave

Escrito por Jogando Juntos

26 JAN 2022 - 21H35 (Atualizada em 27 JAN 2022 - 08H28)

Bruno Castilho/EC Taubaté

O Taubaté estreou no Paulista da Série A-2 recebendo o Oeste de Barueri na noite desta quarta-feira e ficou no 0 a 0. Contra um adversário que vinha de vitória em sua primeira partida, o time taubateano enfrentou dificuldades na disputa pela posse de bola e mostrou que as suas qualidades individuais ainda devem crescer coletivamente.

A provável escalação do Taubaté foi confirmada pelo técnico Douglas Leite. O meia Guilherme Garré superou a Covid-19, mas como passou alguns dias sem treinar com os demais, começou entre os reservas. No Oeste, o desfalque foi o atacante Bruno Moraes que fez os gols dos 2 a 0 da estreia sobre o Monte Azul. Contundido, ele deixou a vaga para Raphael Luz, conforme substituição no segundo tempo de domingo passado.

Os primeiros cinco minutos apresentaram um Oeste querendo criar volume de jogo ofensivo, mesmo como visitante. No entanto, em contragolpes longos que exploravam principalmente a velocidade de Thiaguinho pela direita, o Taubaté procurava conquistar a confiança os 1.570 torcedores pagantes registrados no Joaquinzão.

Bruno Castilho/EC Taubaté
Bruno Castilho/EC Taubaté
O volante Thiago Primão tentando armar um contra-ataque taubateano e com o meia Marcos Aurélio se deslocando ao lado


Na trave

Aos poucos, a maior posse de bola do Oeste começou a render bons momentos de pressão. Em um deles, aos 28, Lucas Douglas levantou da direita e um desvio na zaga fez a bola cair tocando no travessão e com o goleiro Felipe já deslocado ao fechar o canto esquerdo.

O conforto dos visitantes foi abalado em um contra-ataque contundente do Taubaté, aos 33 minutos. O lateral-esquerdo Mário Henrique triangulou em profundidade, cruzou e o centroavante Bambam cabeceou na trave esquerda. Na volta, o volante Luís Fernando mandou um chute forte no ângulo esquerdo e a bola explodiu no travessão.

As ações ficaram mais equilibradas, mas somente até os primeiros movimentos do segundo tempo, quando o Oeste voltou a ter mais posse de bola e descidas ao ataque.

Aos 18 minutos, o técnico taubateano Douglas Leite usou as suas duas primeiras substituições. Outras também vieram, nos dois lados. Todavia, as duas equipes não conseguiram sustentar o mesmo ritmo interessante do primeiro tempo.


Espaços

O cansaço normal de um início de temporada fez cair a intensidade na marcação. Consequentemente, sobraram mais espaços, mas faltou precisão para a criação de oportunidades de gol. No primeiro minuto dos quatro de acréscimos, o atacante visitante Tite fez uma falta que desarmou o início de um contra-ataque taubateano e recebeu o primeiro e único cartão amarelo da partida.

Aos 46, ao receber um passe recuado, o goleiro Rodolfo quase entregou um gol para o Taubaté. Ele chutou mal, em cima do atacante Bambam e contou com a sorte de ver o retorno do rebote sair pela linha de fundo.

Agora, o Taubaté voltará a campo no sábado, às 15h. Na cidade de Americana, visitará o Lemense que ainda está com o estádio de Leme em reforma para adequações. O ex-Atibaia estreou horas antes em São Paulo, onde perdeu para o Juventus, por 1 a 0.


Os times

O Taubaté, do técnico Douglas Leite: Felipe; Bruno Souza (João Salles 18’/2º), Guilherme Mattis, Donato e Mário Henrique; Luís Fernando (Guilherme Garré 34’/2º), Thiago Primão e Marcos Aurélio (Dudu 18’/2º); Thiaguinho (Jéferson Lima 34’/2º), Bambam e Claudinho (Levi 27’/2º).

O Oeste, do técnico Fernando Marchiori: Rodolfo; Jéferson Feijão, Afonso, Diego Jussani e Daniel Vançan; Bruno Lima, Lucas Douglas e Bruno Miguel; Léo Ceará (Sérgio Mota 27’/2º), Raphael Luz (Tite 39’/2º) e De Paula (Kauã Jesus 27’/2º).

No estádio Joaquim de Morais Filho, a equipe de arbitragem contou com: José Guilherme Almeida e Souza (árbitro), Fausto Augusto Viana Moretti (assistente 1), Leonardo Augusto Villa (assistente 2), Diego Augusto Fagundes (quarto árbitro) e Kleber José de Melo (analista de vídeo).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jogando Juntos, em Regional

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.