Por Conteúdo Estadão Em Noticias

Bolsas da Europa fecham em baixa, em dia de feriados no Reino Unido e nos EUA

A maioria das bolsas europeias fechou em baixa nesta segunda-feira, 31, em dia de liquidez reduzida por conta de feriados no Reino Unido e nos Estados Unidos, que mantiveram os mercados locais fechados. No foco de investidores, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha de maio apontou para aceleração da inflação na principal economia do continente.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 0,49%, aos 446,76 pontos.

A alta mensal do CPI alemão foi de 0,5%, ante previsão de crescimento a 0,3%, segundo a leitura preliminar divulgada nesta segunda-feira. Já a taxa anualizada subiu 2,5% em maio, 0,1 ponto porcentual acima das expectativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal.

O índice DAX, da Bolsa de Frankfurt, recuou 0,64% nesta segunda-feira, aos 15.421,13 pontos.

Para o ING, o indicador mostrou que "todas as potenciais pressões inflacionárias" estão "em pleno andamento" na Alemanha. O banco prevê que o CPI do país pode eventualmente variar entre 3% e 4% no segundo semestre deste ano. Este cenário, diz a instituição, complica ainda mais a tentativa do Banco Central Europeu (BCE) de evitar discussões sobre a redução de compras de ativos.

Acompanhando Frankfurt e respondendo ao menor volume de negociações com os feriados no Reino Unido e EUA, o índice CAC 40, da Bolsa de Paris, encerrou o pregão em queda de 0,57%, aos 6.447,17 pontos, enquanto o IBEX 35, de Madri, cedeu 0,82%, aos 9.148,90 pontos, na mínima do dia.

Já o PSI 20, de Lisboa, teve baixa maior, de 1,19%, aos 5.180,18 pontos, e terminou a sessão também na mínima intraday.

O mercado também acompanhou nesta segunda-feira a divulgação do relatório de perspectivas econômicas da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que elevou a sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) global em 2021, mas alertou para a recuperação desigual, com economias emergentes pressionadas.

Em Milão, o índice FTSE MIB contrariou o movimento geral e registrou alta na maior parte do dia, mas acabou fechando estável, aos 25.170,55 pontos. A ação da Atlantis foi a que mais subiu na bolsa italiana, em alta de 2,94%, puxada pela notícia de que a companhia vendeu sua participação na Autostrade per l'Italia, uma sociedade anônima que gere trechos de rodovias sob concessão no país, de acordo com reportagem da Reuters.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.