Brasil

Após recusar sexo, homem mata colega e coloca genital da vítima na panela, em Itanhaém (SP)

O suspeito foi encontrado em São Vicente, na Baixada Santista, e preso

Escrito por Da Redação

10 SET 2021 - 19H14 (Atualizada em 10 SET 2021 - 19H40)

Reprodução dig (Reprodução)

A Polícia Civil da Baixada Santista, no estado de São Paulo, confirmou nesta quinta-feira (9) a prisão do homem de 48 anos que matou o colega que teria tentado assediá-lo sexualmente. Ele teria, posteriormente, arrastado o corpo até uma praia em Itanhaém, cortado o pênis da vítima e colocado numa panela. As informações são do site G1.

O suspeito estava foragido desde 28 de agosto, quando cometeu o crime, mas foi encontrado e preso pelos policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) em casa, no bairro Campo Grande, em São Vicente.

Ele relatou à polícia que estava usando cocaína com a vítima, num quarto de pousada, quando o colega tentou manter relações sexuais com ele. O suspeito recusou e matou o outro com um golpe. Como não conseguiu limpar o quarto, o autor do crime arrastou o corpo até a praia e fugiu.

O corpo da vítima, de 56 anos, foi encontrado no bairro Gaivota, estendido na areia, com uma perfuração por faca entre o tórax e o pescoço. Além disso, o órgão genital havia sido decepado.

Ao investigar a pousada, os policiais civis encontraram o pênis dentro de uma panela.

Levado à Cadeia Pública de Peruíbe, o suspeito já tem outros antecedentes criminais como roubo, receptação e lesão corporal.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Da Redação, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.