Por Conteúdo Estadão Em Brasil

Instituto Butantan retoma produção da Coronavac após chegada do IFA

O Instituto Butantan retomou, na madrugada desta quinta-feira, 27, a produção da Coronavac, vacina contra a covid-19, após receber 3 mil litros do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) na noite da última terça-feira, 25. O processo estava paralisado desde 14 de maio por falta da matéria-prima. Agora, mais 5 milhões de doses devem ser entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O prazo para a entrega é de 15 a 20 dias, segundo informou o Butantan. Isso porque a matéria-prima, enviada pela farmacêutica chinesa Sinovac, ainda precisa passar pelos processos de envase, rotulagem, embalagem e por um rígido controle de qualidade.

Devido ao atraso da produção, o repasse de 5 milhões de doses ao Ministério da Saúde corresponde a menos da metade do que as 12 milhões previstas inicialmente para o mês de maio. A expectativa do Butantan, no entanto, é de que seja possível recuperar o cronograma de maio e cumprir o de junho, cuja previsão é de 6 milhões de doses, desde que o IFA chegue mais rapidamente.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.