Por Conteúdo Estadão Em Mundo

Extremistas matam 30 pessoas em ataque na Nigéria

Homens armados atacaram, neste domingo, três igrejas nos arredores do vilarejo Chibok, na Nigéria, onde 276 estudantes foram sequestradas em abril. Moradores da região disseram que ao menos 30 pessoas foram mortas.

A quantidade exata de mortos e feridos ainda não foi informada, mas moradores de Chibok informaram que sobreviventes dos ataques continuam a chegar à região.

O pastor Musa Yahya disse que, aproximadamente, 100 pessoas estavam reunidas pela manhã na igreja metodista, no vilarejo de Mgudina, quando homens entraram armados e começaram a atirar. Ele fugiu de bicicleta para um bairro vizinho.

Até o momento, o grupo extremista islâmico Boko Haram não assumiu a responsabilidade, mas o grupo tem sido o responsável por ataques terroristas na Nigéria nos últimos anos. Fonte: Dow Jones Newswires

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.