tartaruta_vermelha_do_centro_1

Tartaruga encontrata morta na praia Vermelha do Centro em Ubatuba neste domingo(6)

Reprodução/Facebook

 

Durante o feriado prolongado de Ano Novo, o Instituto Argonauta encontrou quatro tartarugas mortas em Ubatuba. Além dessas, outras duas foram resgatadas com ferimentos e encaminhadas para tratamento no Projeto Tamar.

De acordo com o Instituto Argonauta, os animais foram encontrados entre os dias 2 e 6 de janeiro. Entre as mortas, três eram da espécie Tartarugas-verdes e uma da espécie Tartaruga-cabeçuda. Elas foram encontradas nas praias Ubatumirim (dia 2), Ilha do Prumirim (dia 4), Itaipu (dia 5) e Vermelha do Centro (dia 6).

Já as tartarugas marinhas resgatadas com ferimentos, mas vivas, foram encontradas na Praia Grande (dia 3) e na praia Iperoig no (dia 5). As duas foram encaminhadas para tratamento no Projeto Tamar de Ubatuba.

Alguns dos corpos das tartarugas mortas estavam em estado avançado de decomposição, sendo impossível identificar o motivo da morte. Os corpos possíveis de serem avaliadas foram para necropsia no Centro de Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos do Instituto Argonauta, em Ubatuba.

Nenhuma delas teve a causa da morte evidenciada ou conclusiva. Foram coletados materiais e enviados para análise. Segundo a bióloga e coordenadora do Instituto, Carla Beatriz Barbosa, mesmo sem nenhum motivo aparente da morte, o lixo nas praias e descartado no mar é o principais vilão das tartarugas.

“Infelizmente o aumento do lixo, a interação com a pesca e o aumento do tráfego de embarcações são fatores que prejudicam e muito estes animais, levando assim, muitos ao óbito”, afirma Carla. Ainda de acordo com a coordenadora, em 3 anos foram encontradas mais de 6 mil tartarugas mortas nas praias do Litoral Norte.

 

Lixo nas Praias

Neste verão, o Instituto Argonauta e o Aquário de Ubatuba lançaram o ‘Boletim do Lixo nas Praias’ com o objetivo de fazer classificar a situação das praias, das limpas até as mais caóticas. A coleta de amostras é diária e os dados são disponibilizados no dia 10 de cada mês.

O boletim publicado em de dezembro apontou que a situação mais preocupante foi em Caraguatatuba onde sete delas apareceram como Inaceitável - lixo amplamente distribuído com algumas acumulações – sendo elas Camaroeiro, Indaiá/Centro, Pan Brasil, Palmeiras, Flexeiras, Romance e Porto Novo. Nos outros municípios elas aparecem sem lixo ou traços.