Por FolhaPress Em Brasil & Mundo

Atlético-GO vira, vence e deixa Botafogo em situação mais complicada

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Atlético-GO virou sobre o Botafogo e venceu por 3 a 1, na tarde desta quarta (20), no Nilton Santos, e, agora, o Alvinegro está em situação ainda mais complicada para fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

O triunfo do Dragão aconteceu com gols de Danilo, Zé Roberto e Vitor Leque — Matheus Babi abriu o placar da partida.

Com o resultado, o Glorioso permanece na lanterna da competição, com 23 pontos.

De acordo com os matemáticos, é necessário alcançar 44 pontos para evitar a queda. Assim, a equipe de General Severiano tem de conquistar mais 21 pontos em sete rodadas, o que representaria 100% de aproveitamento.

Já a equipe do técnico Marcelo Cabo, foi a 39 pontos e entrou na briga por vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem.

Na próxima rodada, o Botafogo tem o clássico com o Fluminense pela frente, em São Januário, enquanto o Atlético-GO vai receber o Fortaleza.

COMEÇO 'ESTUDADO'

A partida começou com os times mais bem postados no setor defensivo e buscando as saídas em velocidade, mas esbarrando nos erros de passe e falta de criatividade na criação das jogadas. As finalizações de longa distância passaram a ser alternativas, mas sem sucesso.

O primeiro lance mais perigoso do jogo aconteceu aos 24 minutos, quando Janderson recebeu em velocidade, invadiu a área e tocou para trás. Marlon chegou batendo e Wellington Rato desviou, mas mandou para fora.

JEAN FAZ GRANDE DEFESA

O Botafogo quase abriu o placar com Marcelo Benevenuto, que cabeceou bem após cobrança de escanteio. Mas o goleiro Jean conseguiu pegar a bola quase em cima da linha.

PEDIDOS DE PÊNALTIS

O Atlético-GO pediu pênalti em um lance em que Janderson caiu na área após dividida na área. A jogada foi analisada pelo VAR, mas nada foi assinalado. Depois, foi a vez do Botafogo argumentar toque de mão na zaga do Atlético-GO, após bola alçada na área, mas o jogo seguiu.

'MILAGRE' DE JEAN

A volta do intervalo foi mais agitada e com direito a milagre do goleiro Jean. O Atlético-GO chegou de forma mais incisiva em duas oportunidades: na primeira, Diego Loureiro espalmou finalização de Pereira. Na outra, Janderson mandou para fora.

Mas a chance mais clara, porém, foi do Botafogo. Após bola alçada, Pedro Raul ajeitou e Babi, na cara do gol, finalizou. Jean conseguiu fazer grande defesa.

INSISTÊNCIA E GOL

O Botafogo abriu o placar em um lance em que conseguiu encaixar um contra-ataque, após roubada de bola na defesa. Na frente, Victor Luis recebeu e cruzou para Pedro Raul, que finalizou e Jean fez, novamente, boa defesa. No rebote, Matheus Babi balançou a rede.

RESPOSTA RÁPIDA

O Alvinegro, porém, mal conseguiu comemorar. Apenas três minutos depois, o Atlético-GO chegou ao empate, quando Danilo, sem marcação, aproveitou sobre na área e chutou forte.

VIRADA

Com o jogo um pouco mais aberto, os times passaram a achar mais espaços. Em jogada pela direita, a bola foi cruzada para a área e Zé Roberto se antecipou à defesa para finalizar, fazendo o segundo do Dragão.

JEAN SALVA DE NOVO

Depois do segundo gol do Atlético-GO, o técnico Eduardo Barroca fez alterações em uma tentativa de, ao menos, empatar o duelo. Uma das opções foi Kalou, que, já na reta final, teve boa oportunidade, mas Jean pegou.

FIM DE PAPO

Já nos acréscimos, Janderson achou Leque na área sem marcação e ele, sem goleiro, só tocou para o fundo do gol.

LECAROS TESTA POSITIVO PARA COVID

O atacante Lecaros, que vinha sendo cotado para ser titular, testou positivo para Covid-19 e ficou fora do duelo. O jogador terá de cumprir o período de isolamento indicado no protocolo.

BOTAFOGO

Diego Loureiro; Kevin (Barrandeguy), Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Zé Welison, Caio Alexandre e Bruno Nazário (Ênio); Matheus Nascimento (Angulo), Matheus Babi e Pedro Raul (Kalou). Técnico: Eduardo Barroca

ATLÉTICO-GO

Jean; Dudu, João Victor, Éder e Natanael; Pereira (Arnaldo), Marlos Freitas, Janderson e Wellington Rato (Vitor Leque); Danilo Gomes (Gilvan) e Zé Roberto (Oliveira). Técnico: Marcelo Cabo

Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)

Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Éder Alexandre (SC)

VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Cartões amarelos: Caio Alexandre (BOT); Danilo Gomes, Pereira, Oliveira (ACG)

Cartões vermelhos: não houve

Gols: Matheus Babi, do Botafogo, aos 17'/2ºT; Danilo Gomes, do Atlético-GO, aos 20'/2ºT; Zé Roberto, do Atlético-GO, aos 33'/2ºT; Vitor Leque, do Atlético-GO, aos 47'/2ºT

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por FolhaPress, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...