Por Conteúdo Estadão Em Brasil & Mundo

Bruno Henrique comanda vitória do Flamengo sobre o América-MG

Sem os seus principais artilheiros, Gabriel Barbosa e Pedro, coube a Bruno Henrique comandar a segunda vitória do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Neste domingo à tarde no Maracanã, o atacante fez o primeiro gol e teve grande participação nas jogadas ofensivas na vitória por 2 a 0 sobre o América-MG.

Esta foi a segunda vitória do Flamengo, que tinha estreado com 1 a 0 em cima do Palmeiras e depois folgou na segunda rodada quando pegaria o Grêmio. Com seis pontos, mantém os 100% de aproveitamento. O América-MG sofreu sua terceira derrota consecutiva e continua com zero ponto na tabela, já começando a se preocupar com a fama de time iô-iô, porque voltou este ano à elite e começa a se preocupar em ser rebaixado, de novo, à Série B.

No Flamengo, ausências importantes no ataque. Gabigol sofreu lesão muscular na seleção brasileira e Pedro, seu substituto imediato, no sábado testou positivo para covid-19. Por outro lado, contou com as voltas do zagueiro Rodrigo Caio, liberado da seleção, e Gerson, voltando da seleção olímpica. Invicto há 14 jogos, Rogério Ceni segue de quarentena pela covid-19 e Maurício Souza comandou o time na beira do campo.

O time carioca começou ao seu estilo, como troca de passes perfeitos e com a velocidade. Aos quatro minutos surgiu a primeira emoção, quando Bruno Henrique foi lançado no meio da defesa americana, entrou na área e acabou derrubado pelo goleiro Matheus Cavichioli. O árbitro anotou pênalti, porém, a revisão do VAR comprovou a posição de impedimento do atacante flamenguista no momento do lançamento.

Aliviado por não sair atrás no placar tão cedo, o América se mostrou corajoso, tentando imprimir um ritmo intenso. Mas se deu mal, diante de um adversário tão técnico. Vitinho roubou a bola no campo defensivo e já lançou pelo lado esquerdo com Bruno Henrique. Ele avançou em direção ao meio da área, tabelou com Rodrigo Muniz e recebeu já dentro da área só tendo o trabalho de tirar do alcance do goleiro. Flamengo na frente aos 23 minutos.

Mesmo atrás no placar, o América tentou manter seu jeito de jogar a ponto de acertar 80% dos passes, mesmo assim inferior aos 90% do Flamengo, provando ser um time mais técnico. A diferença é que o time mineiro não chegava no ataque e condições de finalizar, não dando trabalho ao goleiro Diego Alves. Ao contrário, o Flamengo chegava sempre com mais perigo na área adversária.

No início do segundo tempo, o técnico Lisca tentou acertar a falta de um especialista no ataque. Tirou o meia Gustavo para a entrada do atacante Ribamar, que passaria a ser referência no ataque. Com isso, Bruno Nazário passou a atuar mais recuado, armando as jogadas.

Na prática, porém, o Flamengo continuou dando as cartas em campo. Trocando passes no ataque e chegando para concluir. Aos seis minutos, Michael arriscou de longe e Matheus Cavichioli rebateu nos pés de Gerson. Ele se precipitou e bateu por cima do travessão.

Mesmo sendo dono do jogo o Flamengo errava nas finalizações e frustrava a expectativa de ampliar o placar. Mas chegou ao segundo gol aos 21 minutos, quando Filipe Luis lançou e Vitinho encostou para Rodrigo Muniz. Ele recebeu de costas, fez o giro como um pivô e chutou cruzado para superar o goleiro e marcar 2 a 0.

O Flamengo manteve o ritmo e quase fez o terceiro gol com Gerson, que chutou de esquerda da entrada da grande área. A bola explodiu no travessão e saiu aos 33 minutos. O América tentou explorar os espaços na defesa do time carioca, mas sempre errou no último passe e não conseguiu finalizar. Bastante efetivo, Gerson tentou o gol outra vez, aos 45 minutos, quando bateu pelo lado esquerdo da área e obrigou Matheus Cavichioli a fazer boa defesa, mandando a bola para escanteio.

Na quarta rodada, o Flamengo vai de novo atuar no Maracanã desta vez diante do Red Bull Bragantino, sábado, às 20 horas. Antes, quarta-feira, o rubro-negro vai decidir a última vaga das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Coritiba. Depois de vencer por 1 a 0 fora, agora no Maracanã joga até pelo empate, às 21h30. O América-MG vai receber o Cuiabá na sexta-feira, às 16 horas, na Arena Independência.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 X 0 AMÉRICA-MG

FLAMENGO - Diego Alves; Matheuzinho, Willian Arão, Rodrigo Caio e Filipe Luís (Renê); Diego (Max), Gerson e Vitinho (João Gomes); Rodrigo Muniz (Ryan Luca), Bruno Henrique e Michael. Técnico: Maurício Souza (auxiliar).

AMÉRICA-MG - Matheus Cavachioli; Diogo Ferreira (Ricardo Silva), Anderson Jesus, Eduardo Bauermann e João Paulo; Juninho (Eduardo), Juninho Valoura, Alê e Gustavo (Ribamar) e Bruno Nazário (Yan Sasse); Ademir (Felipe Azevedo). Técnico: Lisca.

GOLS - Bruno Henrique aos 23 minutos do primeiro tempo. Rodrigo Muniz aos 21 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Ramon Abatti Abel (SC).

CARTÕES AMARELOS - nenhum.

LOCAL Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Brasil & Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.