Alunos

Presidente veta distribuição gratuita de absorventes

1 a 4 mulheres sofrem da pobreza menstrual e projeto se mostrava eficaz para erradicação dos casos

Foto Mariana Pera (Redes Sociais)

Escrito por Mariana Pera de Almeida

07 OUT 2021 - 17H57 (Atualizada em 07 OUT 2021 - 18H11)

Divulgação/Arte Kethlen Mata pobreza menstrual (Divulgação/Arte Kethlen Mata)

Nesta quinta-feira (7), saiu no Diário Oficial da União a nova decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido): sancionar o projeto que cria o Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual. Apesar disso, vetou o artigo que diz respeito à distribuição gratuita dos absorventes femininos.

A proposta teve origem na Câmara dos Deputados e foi aprovada pelo Senado no dia 14 de setembro, seguindo para sanção do Presidente. O texto estabelecia que seriam beneficiadas as estudantes de baixa renda matriculadas na rede pública, mulheres em situação de rua ou vulnerabilidade extrema, mulheres presidiárias e adolescentes internadas em unidades para cumprimento de medida socioeducativa. A faixa etária do projeto se encontrava entre os 12 e 51 anos.

Segundo o executivo, a falta de indicação da fonte de custeio foi um dos motivos para o veto da proposta. Além disso, ele afirma que “a proposição legislativa contraria o interesse público, uma vez que não há compatibilidade com a autonomia das redes e estabelecimentos de ensino".

O presidente também vetou o trecho que inclui os absorventes nas cestas básicas distribuídas pelo Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. "Ainda, o dispositivo não abarca especificamente os usuários do SUS de forma ampla ou relaciona a sua distribuição às ações ou serviços de saúde, ao contrário restringe as beneficiárias", diz a mensagem do presidente ao Congresso.

O posicionamento, que saiu pela manhã, logo gerou revoltas nas redes sociais, principalmente pelo gênero feminino.

A pobreza menstrual é um assunto sério, que merece ser tratado com respeito e segurança, pois vai muito além da falta de dinheiro para a compra de absorventes.

Com supervisão de Yeda Vasconcelos, jornalista do Meon Jovem.




Escrito por
Foto Mariana Pera (Redes Sociais)
Mariana Pera de Almeida

1ª ano do Ensino Médio - Colégio Embraer Juarez Wanderley - São José dos Campos

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Exclusivo | Comissão Pré-Julgadora

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Alunos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.