Por Conteúdo Estadão Em Noticias

Bolsas da Europa fecham em alta, apoiadas por indicadores da região

As praças europeias tiveram pregão positivo, exibindo ganhos após dados positivos da região. Além disso, papéis do setor de energia foram apoiados pelo avanço do petróleo nesta terça-feira.

O índice Stoxx 600 fechou em alta de 0,75%, em 450,10 pontos, tendo tocado máxima histórica intraday durante o dia.

Na agenda de indicadores, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria da zona do euro subiu a 63,1 em maio, batendo recorde pelo terceiro mês consecutivo. Por outro lado, a inflação na região da moeda comum atingiu 2% em maio, na comparação anual, acima da meta de quase 2% do Banco Central Europeu (BCE).

Na Alemanha e no Reino Unido, os PMIs do mesmo setor também ficaram em níveis elevados em maio, acima de 60. Ainda na zona do euro, a taxa de desemprego caiu a 8% em abril, ante expectativa por analistas de manutenção em 8,1%.

Na Itália, houve contração econômica no primeiro trimestre, porém com recuo de apenas 0,1% ante os três meses anteriores, menos do que o de 0,4% previamente calculado, segundo dados de hoje. Em meio aos dados, as bolsas europeias ganharam fôlego.

No Reino Unido, a Pantheon considerou, após o PMI, que o setor manufatureiro já ultrapassou os níveis pré-pandemia. A consultoria apontou que isso ocorreu ao menos seis meses antes do setor de serviços também provavelmente ter plena recuperação. Na volta do feriado de segunda-feira, a Bolsa de Londres fechou em alta de 0,82%, em 7.080,46 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX teve alta de 0,95%, a 15.567,36 pontos. No setor de energia, E.ON subiu 0,75% e, entre os bancos alemães, Deutsche Bank (+2,15%) e Commerzbank (+1,52%) também subiram.

Na Bolsa de Paris, o índice CAC 40 subiu 0,66%, para 6.489,40 pontos. A petroleira Total teve alta de 2,41%.

Em Milão, o índice FTSE MIB registrou ganho de 0,60%, a 25.321,82 pontos. Eni subiu 2,37% e Intesa Sanpaolo, papel mais negociado, avançou 1,20%.

Na Bolsa de Madri, o índice IBEX 35 subiu 0,45%, a 9.189,70 pontos. Os bancos estiveram entre os destaques positivos, como CaixaBank (+1,67), Urbas Grupo Financiero (+2,22%) Santander (+1,58%) e Banco de Sabadell (2,55%).

Em Lisboa, o índice PSI 20 avançou 0,71%, para 5.216,79 pontos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.