Brasil

Por unanimidade, STF torna réus suspeitos de mandar matar Marielle

Todos os ministros acompanharam o voto do relator, Alexandre de Moraes

Escrito por Meon

18 JUN 2024 - 17H24 (Atualizada em 18 JUN 2024 - 17H32)

Reprodução

Por unanimidade, os cinco ministros da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) votaram para tornar réus os suspeitos de serem os mandantes dos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes.

+ Leia mais notícias do Brasil

+ Receba as notícias pelo Canal do Meon no WhatsApp

Relator do caso, o ministro Alexandre de Moraes entendeu que a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) cumpre os requisitos e apresenta indícios mínimos da prática dos crimes e da autoria dos acusados.

Os denunciados são:

Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro (TCE-RJ);

Chiquinho Brazão (sem partido), deputado federal;

Rivaldo Barbosa, delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro;

Ronald Paulo de Alves Pereira, policial militar apontado como ex-chefe da milícia de Muzema, na zona Oeste do Rio de Janeiro;

Robson Calixto Fonseca, assessor de Domingos Brazão.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Meon, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.