Por Conteúdo Estadão Em Noticias

Opep mantém previsão para oferta do Brasil de petróleo este ano em 3,81 mi de bpd

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) manteve a previsão para a oferta brasileira da commodity este ano em 3,81 milhões de barris por dia (bpd), um avanço de cerca de 100 mil bpd em relação a 2020, informa o relatório mensal do grupo, divulgado nesta quinta-feira, 10.

No documento, o cartel explica que as projeções iniciais para a produção no Brasil foram afetadas por medidas de restrições em plataformas da Petrobras por conta do coronavírus. A Organização lembra que as operações no campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos, foram temporariamente reduzidas, devido ao coronavírus e a manutenções prolongadas.

"No entanto, a produção de petróleo no País deve aumentar nos próximos trimestres, principalmente devido ao aumento nos campos de Atapu, Berbigão e Sururu dentro do bloco BM-S-11A Santos, bem como o início da produção do campo offshore de Sepia", destaca.

A Opep acrescenta que a oferta brasileira será impulsionada pela o início da plataforma FPSO Carioca, prevista para o início do segundo semestre. "O FPSO Carioca será instalado em uma profundidade de 2.140 metros na água e tem capacidade para produzir 180 mil bpd de petróleo bruto e 212 milhão de pés cúbicos padrão por dia de gás natural", ressalta.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Conteúdo Estadão, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.